Follow by Email

domingo, 11 de dezembro de 2011

"EIS UM BOM MOTIVO PARA A DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ"


Raro em Belém, eleitor do "sim" atrai atenção em votação.


Adonias José Silva de Sousa foi votar com uma bandeira em que justificava seu Sim. Foto: Gustavo Azevedo/Terra
Adonias José Silva de Sousa foi votar com uma bandeira em que justificava seu "Sim"


Quando apareceu na Escola Paes de Carvalho, no bairro Campina, em Belém, às 9h deste domingo, o professor Adonias José Silva de Sousa, 50 anos, atraiu a atenção de quem votava no plebiscito sobre a divisão do Pará. Com uma bandeira às costas, ele abriu o seu voto a favor da criação do Estado do Tapajós. Eleitor do sim é raro na capital, reconhecidamente contra o desmembramento. No pano vermelho, escreveu o que pensa e atacou os problemas de saúde, educação e desigualdades, que segundo ele, atingem a região do oeste paraense.

"As pessoas morrem lá porque não tem saúde. Precisam viajar para Belém para isso e que não tem dinheiro fica por lá. Somos esquecidos lá", afirmou o professor de matemática, nascido em Santarém, mas que mora há 30 anos na capital.
Em meio aos flashes das câmeras fotográficas e microfones da imprensa, o único eleitor claramente a favor do "sim" no local de votação, explicou que teve de sair de sua cidade natal para melhorar de vida. "A maioria dos meus amigos teve que ir para Manaus para ter uma sorte. Poucos vieram para Belém. É difícil ter oportunidade lá", disse.
Antes de votar no 77, o número do "sim", ele teve que recolher a sua bandeira a pedido dos mesários da seção. Sem conflito, guardou o pano, mas assim que deixou a urna, voltou a ostentar o seu protesto a favor da separação.

Muitos dos paraenses tem se deixado levar por interesseiros de plantão, e tem optado pelo "não" divisão do estado, contudo não olhado para as verdadeiras causa em que o estado precisa ser dividido! Esse eleitor, não se sabe se por decisão própria ou se por orientação de terceiros, mas, o fato é que demonstrou uma grande razão para a divisão!


Escrito Por;



***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário