Follow by Email

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

"LULA ESTÁ BEM APÓS 3ª SESSÃO DE QUIMIOTERAPIA"


Ex-presidente Lula passa bem após 3ª sessão de quimioterapia!


O empresário Abílio Diniz deixa o Hospital Sírio-Libanês após visitar Lula. Foto: Aloísio Maurício/Terra
O empresário Abílio Diniz deixa o Hospital Sírio-Libanês após visitar Lula


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa bem após a sessão de quimioterapia a que foi submetido na segunda-feira. De acordo com sua assessoria, ele passou bem a noite e se alimenta normalmente. Lula deve receber alta do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, às 21h desta terça.
O ministro da Previdência, Garibaldi Alves, que está com o pai internado no mesmo hospital, aproveitou para visitar o ex-presidente na segunda-feira. Ele não recebeu outras visitas e permanece acompanhado da mulher, Marisa Letícia.
Além da terceira e última sessão de quimioterapia, Lula passou por uma bateria de exames e a equipe médica pôde constatar que seu tumor na laringe teve redução de "pelo menos 75%" com o tratamento. Por conta disso, a possibilidade de cirurgia foi completamente descartada.
O câncer de Lula

Após queixa de dores de garganta, Lula realizou uma série de exames na noite de 28 de outubro. Na manhã do dia seguinte, foi divulgado boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, informando que foi diagnosticado um tumor maligno na laringe, que seria inicialmente tratado por quimioterapia.

O câncer na região da laringe é mais comum entre homens e o de maior incidência na região da cabeça e pescoço. Os principais fatores que potencializam a doença são o tabagismo e o consumo de álcool. Já os sintomas são: dor de garganta, rouquidão, dificuldade de engolir, sensação de "caroço" na garganta e falta de ar.

Ministro diz que Lula diminuiu estigma ao assumir o câncer

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, visitou Lula no Hospital Sírio-Libanês. Foto: Aloísio Maurício/Terra
O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, visitou Lula no Hospital Sírio-Libanês

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse na tarde desta terça-feira, em São Paulo, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contribuiu para "diminuir o estigma" que pesa sobre a doença ao assumir o diagnóstico publicamente. Padilha visitou Lula no hospital pouco depois das 13h e passou cerca de uma hora com ele.
"A forma como ele tratou o câncer, deixando claro qual era o diagnóstico desde o início, ajuda a diminuir o estigma da doença no País e reforça que ela tem cura", disse o ministro. Ele afirmou ter encontrado o ex-presidente bem, disposto e animado. Entre outros assuntos, Padilha disse que conversou sobre futebol com ele.
O ministro disse ainda que a voz do ex-presidente está absolutamente normal e que ele não fez planos, em virtude de sua dedicação ao tratamento, mas que está "animado com o comportamento" do provável candidato petista nas eleições municipais da capital paulista, o ministro da Educação, Fernando Haddad.
Padilha visitou o ex-presidente logo após a visita do empresário Abílio Diniz, dono do Grupo Pão de Açúcar, que também afirmou ter encontrado Lula com a melhor disposição.



Postado por;        




***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário