Follow by Email

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

"DE ACORDO COM O SITE O FUXICO, GIANECCHINI PASSOU POR CIRURGIA ESPERITUAL"


Mãe de Reynaldo Gianecchini afirma que o filho nunca chorou


D. Heloísa Helena, de 68 anos, também declara que ele se prepara para um transplante



Antes de Reynaldo Gianecchini aparecer na tela do Fantástico, da Globo, falando sobre o linfoma que descobriu em agosto deste ano, Heloísa Helena Gianecchini, mãe do ator, conversou com a coluna de Mônica Bergamo e revelou que o filho vem reagindo bem à quimioterapia contra o câncer e está se preparando para fazer um transplante.
Ainda de acordo com a publicação, ela também afirmou que Giane não fez cirurgia espiritual – como foi divulgado – mas ele tem muita fé e apoia-se em sua crença para lutar contra a doença.
“Em nenhum momento ele perdeu o chão. Não chorou, nunca. Ele tem fé absoluta”.
Na quimioterapia que o ator tem se submetido são colhidas células-tronco do próprio paciente, que as recebe depois por meio de uma transfusão de sangue para que regenerem a medula.

Reynaldo Gianecchini faz cirurgia espiritual com médium


Como O Fuxico já contou, Reynaldo Gianecchini foi buscar no espiritismo o auxílio para a cura de seu câncer linfático. E agora de acordo com o jornal O Dia, o médium João Berbel, do Instituto Medicina do Além, de Franca (interior de São Paulo), que também operou o pai do ator, realizou a cirurgia espiritual durante uma visita a Giane ainda no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.
"Sabemos que este é um dos tipos de câncer que mais agride o corpo humano e é raro. A cirurgia espiritual entra como um complemento ao tratamento da medicina convencional", explicou o espírita, em entrevista ao jornal.

Segundo ele, operar um câncer espiritualmente é mais fácil do que tratar de uma gripe.
"A cirurgia espiritual é feita para curar as enfermidades. Espiritualmente é mais fácil curar um câncer que um resfriado. E este mistério ainda desafia a medicina", completou Berbel, que atende em seu instituto cerca de 5 mil pessoas por semana.
Mestre João, como é conhecido, explicou que a cirurgia espiritual é feita através da fé e do amor. Ela é executada pelos amigos espirituais que, no caso do médium, é guiado pelo espírito de Ismael Alonso, que, em vida, foi médico e morreu em 1964.
"Assim como tratamos do seu pai, rogamos a Deus e aos bondosos irmãos espirituais que tenham compaixão do irmão Gianecchini", destacou.
O ator Reynaldo Gianecchini descobriu o câncer no sistema linfático durante sua internação, no Hospital Sírio-Libanês, para o tratamento de uma faringite crônica. Ele deu entrada na unidade no dia 1º de agosto, porém, somente no dia 10 do mesmo mês é que a doença foi confirmada como um tipo de linfoma não-Hodgkin.

No último dia 26, alguns dias após ter iniciado o tratamento de quimioterapia, Giane recebeu alta.
A cirurgia espiritual não é feita no corpo físico, mas sim no corpo espiritual, conhecido também como perispírito, onde, para os espíritas, está a origem das doenças. Durante a operação não há cortes ou dor e, após a intervenção, não é possível ver cicatrizes no corpo do paciente. São os espíritos amigos que realizam a cirurgia.

O doente, não podendo se dirigir ao local onde ocorre o tratamento espiritual, pode ser atendido à distância. Para isso, basta que um representante do enfermo esteja presente. É através do carinho e do amor deste parente, amigo ou conhecido que o paciente será beneficiado.
Segundo o site do Instituto Medicina do Além, qualquer pessoa, independentemente da crença religiosa, pode ser atendida por um médico espiritual, mas algumas recomendações práticas são feitas àqueles que necessitam do atendimento. É aconselhável que o paciente não coma nenhum tipo de carne sete dias antes e 15 dias após a cirurgia. Também não deve tomar bebidas alcoólicas e nem fumar.

Dependendo da cirurgia, o paciente terá um curativo, que não pode ser molhado. Mas caso saia naturalmente, não há motivo para preocupação. Além disso, é preciso fazer repouso moderado nos três dias após a operação espiritual e evitar pegar peso ou fazer qualquer esforço físico.

O site lembra também que o tratamento espiritual é complementar ao realizado pela medicina convencional, e que jamais dispensa o uso de medicamentos

Postado por;




***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário