Follow by Email

domingo, 8 de janeiro de 2012

"MST; 300 MANIFESTANTES DO MOVIMENTO INVADIRAM FAZENDA EM BENTO DE ABREU INTERIOR DE SP"


Cerca de 300 manifestantes ocupam fazenda em SP
08 de janeiro de 2012  16h44  atualizado às 16h59


Cerca de 300 manifestantes invadiram neste fim de semana uma fazenda no município de Bento de Abreu, no Estado de São Paulo, para protestar contra a distribuição desigual da terra no Brasil, no começo de uma campanha de ocupações que se estenderá por todo o mês, segundo os organizadores.
As pessoas entraram sem violência no local, onde permanecem desde ontem, disse à AFP um porta-voz da Polícia Militar neste domingo. "São 300 pessoas, que reivindicam a luta dos sem-terra e chegaram à fazenda de maneira pacífica. A polícia vigia o lugar, e não houve problemas", declarou a fonte.
Os manifestantes fazem parte de uma ala dissidente do Movimento dos Sem Terra (MST), criado há 27 anos com objetivo de conseguir terras para os mais pobres no campo. "Nosso objetivo é denunciar a existência de latifúndios improdutivos e lembrar o governo de que ele deve cumprir a Constituição, que o obriga a expropriar bens rurais que não estejam cumprindo sua função social", diz um comunicado assinado por organizações sociais camponesas e sindicatos. Além disso, "8 mil famílias estão acampando em lonas há nove anos, esperando um pedaço de terra", denunciaram.
O protesto irá se estender a outras localidades do Estado de São Paulo com o objetivo de "ocupar pacificamente 30 latifúndios", dentro de uma campanha chamada "janeiro quente", dizem os organizadores no comunicado, divulgado na internet.
No Brasil, país com maior extensão e população da América Latina, as melhores terras estão concentradas em poucas mãos: 1% dos proprietários têm 45% das terras cultiváveis, segundo o censo agrário. Os movimentos agrários dizem que existem 4 milhões de famílias sem terra e que outras 200 mil vivem em acampamentos sem infraestrutura.


Postado por;







***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário