Follow by Email

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

"HAITIANOS TEM MAIS VERBA LIBERADOS PARA SUA RECEPÇÃO NO BRASIL"


Ministério libera R$ 900 mil para ajudar haitianos no Acre e Amazonas.


O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome vai repassar R$ 900 mil aos Estados do Acre e do Amazonas para a elaboração de programas de assistência aos imigrantes haitianos. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.
Os recursos foram calculados com base no número de haitianos que cada Estado recebeu. O Amazonas, que tem 4,6 mil imigrantes, vai receber R$ 540 mil e o Acre, com o registro de 1,4 mil imigrantes, ficará com R$ 360 mil.
Essa não é a primeira liberação de recurso do governo para ajudar os imigrantes. No dia 19, o Ministério da Saúde repassou R$ 1,3 milhão ao Acre. Os recursos deverão ser usados nos serviços de saúde destinados ao atendimento dos haitianos.
Nos últimos meses, milhares de haitianos entraram no Brasil para fugir da miséria e do caos em da terra natal, arrasada por um terremoto em 2010. Os imigrantes entram, principalmente, por Tabatinga, no Amazonas, e Brasileia, no Acre.
O excesso de imigrantes causou problemas nas duas cidades, que não tinham condições de atender ao aumento repentino da população. Com isso, o governo brasileiro limitou a 1,2 mil o número de haitianos que podem entrar no país por ano. O visto é concedido por razões humanitárias e tem prazo de cinco anos. A informação constará da Cédula de Identidade do Estrangeiro.
Cada visto permite ao cidadão haitiano trazer a mulher, marido ou companheiro, pai e mãe, além dos filhos com menos de 24 anos, desde que sejam solteiros, estudantes e dependentes financeiramente. O estrangeiro que entra no Brasil sem visto corre o risco de ser deportado.


Medida que vejo como realmente humanitário. Mas aqui cabe uma pergunta, onde fica a liberação de verbas aos desamparados e desabrigados do nosso país? Com essa nova liberação de hoje completa a segunda em menos de um mes, já os nossos brasileiros estão aí no jogo de empurra, prefeitura para o estado, que por sua vez joga para o governo federal, que devolve aos dois primeiros sem no entanto dar uma resposta acertado. Estamos vivendo em um país apenas para pagar impostos, mas, no momento em que precisarmos receberemos a resposta de que não fazemos mais que nossa obrigação em pagar nossos impostos para banca essa corja de políticos abestados que não sabe nem o que dizem, ainda mais em se falando nesse ano de eleições!



Escrito por;














***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário