Follow by Email

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012


EUA detém 3 carregamentos de suco de laranja do Brasil.






O órgão regulador de alimentos dos EUA (FDA) informou nesta sexta-feira que deteve três carregamentos de suco de laranja importado do Brasil e seis do Canadá, que testaram positivo para o fungicida carbendazim, proibido nos Estados Unidos.
Outros dois carregamentos do Brasil testaram positivo para o fungicida, mas as companhias decidiram não internalizar o suco para o país, disse o FDA.
Os futuros do suco de laranja subiram quase 3% em uma reação aos resultados para os testes do FDA, amplamente esperados.
Porém, os futuros ficaram abaixo da máxima recorde de segunda-feira, após temores de traders de que reguladores pudessem banir todo o suco de laranja do Brasil - que fornece metade das importações dos EUA.
O FDA disse que 29 de 80 amostras de suco de laranja tomadas desde que os testes começaram, em 4 de janeiro, estão seguras para o fungicida, incluindo duas do Brasil e sete do Canadá.
O Canadá não produz suas próprias laranjas, mas pode processar suco de outros países. O país é responsável por menos de 1 por cento das importações dos EUA.
O fungicida gerou temores há duas semanas após o FDA anunciar que uma empresa - mais tarde identificada como a Coca-Cola- havia reportado a descoberta de carbendazim em amostras de suco do Brasil.
Produtores no Brasil utilizam amplamente o carbendazim para combater a estrelinha e a pinta preta, um fungo que cresce em árvores de laranja.
O carbendazim é ilegal para citrus nos Estados Unidos, embora o produto não represente uma ameaça à saúde, disse o FDA.
Os embarques que contêm mais de 10 partes por bilhão do fungicida serão detidos, e os importadores terão 90 dias para exportar ou destruir o produto.
O FDA disse que iria testar todos os carregamentos duas vezes, e deter quaisquer carregamentos que derem positivo para o fungicida pelo menos uma vez.
Dos seis carregamentos do Canadá, nenhum possuía níveis acima de 31 ppb, e a maioria estava em 20 ppb de fungicida. Os embarques brasileiros que deram positivo estavam com níveis entre 20 ppb e 52 ppb.
Todos os níveis de carbendazim encontrados até agora estão abaixo do limite legal na União Europeia, que permite importações de suco com até 200 ppb.
Nos Estados Unidos, vestígios do fungicida ainda são permitidos em 31 tipos de alimentos, incluindo grãos, nozes e algumas frutas não-cítricas. Ele foi proibido no suco cítrico desde 2009.






Postado por;




























***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário