Follow by Email

domingo, 15 de janeiro de 2012

"VEJA O CHURRASCÃO DA CRACOLÂNDIA"

'Churrascão' leva 200 pessoas à cracolândia
Manifestantes fazem "churrascão da gente diferenciada" na região da cracolândia, centro de SP Leia mais

São Paulo - Centenas de pessoas passaram na tarde de ontem pelo 'Churrascão de gente diferenciada - versão cracolândia', na esquina das Ruas Helvétia e Dino Bueno, na região da Luz, no centro. A manifestação foi organizada por movimentos socais para protestar contra a ação da Polícia Militar na cracolândia, que começou no último dia 3 de janeiro.

Os organizadores estimaram que 800 pessoas circularam pelo protesto desde às 15h30. A estimativa da PM é de que 200 pessoas estiveram na manifestação.

Os viciados se organizavam em filas para pegar o churrasco, que era assado em quatro grelhas. Foram comprados 18 quilos de carne, além de vários frangos. "Conseguimos arrecadar R$ 1.800 em uma vaquinha feita com integrantes de movimentos sociais", disse a assistente social Tina Sampaio, de 68 anos, do grupo Ação da Cidadania contra a Fome e a Miséria e pela Vida.

"Talvez não seja motivo de festa. Mas o churrasco é por causa da opressão da polícia", disse Benedito Ivan de Souza, de 32 anos, que admitiu usar crack há 4 anos e é frequentador da cracolândia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Viciados se organizavam em filas para pegar o churrasco, que era assado em quatro grelhas - Werther Santana/AE
Werther Santana/AE
Viciados se organizavam em filas para pegar o churrasco, que era assado em quatro grelhas




Os organizadores estimaram que 800 pessoas circularam pelo protesto desde às 15h30. A estimativa da PM é de que 200 pessoas estiveram na manifestação.
Os viciados se organizavam em filas para pegar o churrasco, que era assado em quatro grelhas. Foram comprados 18 quilos de carne, além de vários frangos. "Conseguimos arrecadar R$ 1.800 em uma vaquinha feita com integrantes de movimentos sociais", disse a assistente social Tina Sampaio, de 68 anos, do grupo Ação da Cidadania contra a Fome e a Miséria e pela Vida.
"Talvez não seja motivo de festa. Mas o churrasco é por causa da opressão da polícia", disse Benedito Ivan de Souza, de 32 anos, que admitiu usar crack há 4 e é frequentador da cracolândia.


Postado por;












***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário