Follow by Email

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

"KASSAB QUER POR QUE QUER ALIANÇA COM PT"


Por telefone, Kassab lança ofensiva 

para convencer petistas sobre aliança

Agência Brasil
Kassab telefonou para Haddad na quinta-feira (12); Lula pediu que PT considere aliança
Kassab telefonou para Haddad na quinta-feira (12); Lula pediu que PT considere aliança










O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), parece estar levando a sério a possibilidade de fechar aliança com o PT nas eleições municipais deste ano. Neste fim de semana, o fundador do PSD ligou para dirigentes petistas, desde vereadores até deputados estaduais e federais do PT em São Paulo, para defender a proposta de que um vice de seu partido pode ser um bom negócio para o candidato do PT à Prefeitura, Fernando Haddad.
Na quinta-feira (12), Kassab telefonou para o próprio ministro da Educação e deixou claro que o PSD pode lhe indicar um vice. O prefeito de São Paulo explicou a Haddad que prioriza fechar uma aliança com o PSDB. No entanto, caso o ex-governador José Serra não saia candidato - como ele mesmo tem dito que não sairá - e o governador Geraldo Alckmin não aceite Guilherme Afif Domingos (PSD) como cabeça de chapa, não haverá acordo entre o PSD e os tucanos.
Haddad mostrou-se aberto a negociações. E na sexta-feira (13), o presidente do PT em São Paulo, vereador Antonio Donato, e os vereadores José Américo e Ítalo Cardoso estiveram com o ex-presidente Lula para uma conversa sobre o flerte de Kassab com o PT. Ouviram de Lula que o PT precisa considerar a proposta e avaliar o cenário. Um cenário complexo.
Haddad e a direção do PT precisarão ter cautela, pois sabem que diversos petistas - e a maior parte da militância - rechaçam qualquer possibilidade de aliança com o prefeito de São Paulo, ao qual sempre fizeram oposição. Caso se una ao partido de Kassab, Haddad terá uma campanha difícil pela frente, já que não poderá criticar a administração do atual prefeito da maior cidade do país.
"Seria uma situação muito complexa. Kassab traz com ele todo seu ônus: rejeição alta, péssima administração da cidade, tudo o que a gente criticou durante todos esses anos", diz um cacique do PT.
Por outro lado, petistas avaliam que a aproximação de Kassab deixa aflorar a crise entre PSD e PSDB, o que daria mais força para o PT na corrida eleitoral deste ano. E por isso deixam a discussão acontecer.
Lula
A ideia de uma aliança entre PSD e PT surgiu durante uma conversa entre Gilberto Kassab e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última semana. Kassab ofereceu um nome de seu partido para integrar a chapa de Haddad. O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, muito próximo a Lula e ex-PMDB, é o mais cotados para o posto.

É óbvio que o Prefeito Gilberto Kassab esteja cogitando o máximo uma aliança que lhe venha favorecer no futuro, e quem sabe um futuro de dois anos,  contudo o que ele não conta é que em São Paulo o eleitorado não grandes admiração por Haddad, e que corre o risco de perder grande oportunidade em fechar sua aliança com o PSDB.



Escrito por;




***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário