Follow by Email

domingo, 15 de janeiro de 2012

FOI RESGATADO DO 3° PASSAGEIRO DO TRANSATLÂNTICO NAUFRAGADO"

Terceiro náufrago é resgatado na Itália: 17 estão desaparecidos
15 de janeiro de 2012  06h43  atualizado às 11h33


Helicóptero retira o sobrevivente Marrico Giempietroni, localizado no interior do navio em Giglio. Foto: AFP
Helicóptero retira o sobrevivente Marrico Giempietroni, localizado no interior do navio em Giglio
Foto: AFP



Uma terceira pessoa que estava bloqueada no cruzeiro italiano que naufragou na noite de sexta-feira foi resgatada com vida neste domingo, depois que um casal sul-coreano também foi salvo durante a madrugada, informou uma autoridade portuária. O resgatado trata-se de Marrico Giempietroni, o diretor do serviço de cabine do navio Costa Concordia. Até o momento, pelo menos 17 pessoas (11 passageiros e 6 tripulantes) ainda estão desaparecidas.
Giampetroni, foi localizado com vida dentro da embarcação 30h depois do acidente. Ele foi encontrado nas primeiras horas deste domingo em uma área alagada, em uma parte do navio que os bombeiros tiveram dificuldade de acessar. Além da grande quantidade de água nesse andar do transatlântico, muitos materiais se soltaram no choque e outras partes ameaçam se desprender, o que tornou o resgate perigoso.
Os bombeiros chegaram até o comissário-chefe seguindo os ruídos feitos por ele a partir do interior do navio. Após várias horas, os soldados conseguiram resgatá-lo e retirá-lo da embarcação. Ao invés de removê-lo de lancha até terra firme, como aconteceu até agora, ele foi colocado em um helicóptero que se aproximou do navio. A operação foi necessária porque o funcionário apresentava ferimentos em várias partes do corpo. Segundo a imprensa italiana, ele teve uma perna fraturada.
Este sobrevivente se une ao casal de recém-casados coreanos que foi resgatado com vida na noite passada do interior do navio, 24 horas depois do acidente. Hye Jim Jeong e Kideok Han, ambos 29 anos, foram localizados no interior da cabina que ocupavam, na oitava ponte. O casal, em viagem de núpcias, tinham subido ao navio no porto de Civitavecchia, a 70 km ao norte de Roma, poucas horas antes do naufrágio.




Postado por;






***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário