Follow by Email

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

"PADRES PEDÓFILOS E CONDENADOS SÃO EXCOMUNGADOS PELO VATICANO"


Condenados, padres alagoanos são excomungados pelo Vaticano





















Os três padres alagoanos Luiz Marques Barbosa, Raimundo Gomes e Edilson Duarte, condenados por pedofilia, foram expulsos da igreja católica, na noite de ontem (3), pelo Vaticano. Eles ainda podem recorrer da decisão em primeira instância da Justiça alagoana, mas a Santa Sé decidiu antecipar e excluir os religiosos de seus quadros de sacerdotes.
Segundo o padre Daniel Nascimento, pároco da Igreja Santa Luzia, na cidade de Penedo, que foi licenciado pelo Vaticano para acompanhar o processo de pedofilia em Alagoas, a Santa Sé aguardava apenas a decisão da Justiça pra expulsar os padres da instituição. Com a decisão do Vaticano, a Arquidiocese de Alagoas já está providenciando os substitutos dos padres expulsos. 

RELEMBRE O CASO:

No dia 19 de dezembro, a Justiça alagoana condenou os padres Luiz Marques Barbosa, Raimundo Gomes e Edílson Duarte pelo crime de pedofilia, praticado contra três coroinhas. O monsenhor Luiz Marques foi condenado a 21 anos de prisão e os párocos Raimundo e Edílson cumprirão pena de 16 anos e 4 meses.
Como os três já respondiam ao processo em liberdade, eles ainda não foram presos. A sentença foi proferida pelo juiz da Vara da Infância e da Juventude de Arapiraca, João Luiz de Azevedo Lessa. Além da pena de prisão, o monsenhor Luiz Marques, de 83 anos, terá que pagar uma multa de 30 vezes um salário mínimo.


Notícias Cristãs.


Finalmente vemos uma decisão de justiça sendo feito não só no caso das condenações, mas também por parte da direção da 'ICAR', que por sua vez expulsou os condenados de seu rol de dirigentes. Uma pessoa como estes três, nunca jamais pode estar na direção de qualquer que seja entidade pública ou privado, muito menos de Igrejas, seja esta que Igreja e religião for. Pois eles são um perigo para os seguidores e fiéis.


Escrito por;






***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário