Follow by Email

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

"ADOLESCENTE RECORRE A JUSTIÇA PARA GARANTIR VAGA NA UFMS"

Jovem de 15 anos recorre à Justiça para garantir vaga na UFMS
18 de janeiro de 2012 atualizado às 14h59



Uma adolescente de 15 anos entrou com um pedido na Justiça para garantir que seja matriculada no curso de zootecnia da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Aline Gabriela Barbosa Pérez fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano passado, quando estava no segundo ano do ensino médio, e foi aprovada após inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).
A Defensoria Pública do Estado, que recebeu o pedido da menina na manhã de ontem, informou que vai entrar com um mandado de segurança junto ao Tribunal de Justiça solicitando que os documentos necessários para a matrícula sejam disponibilizados pela Secretaria de Estado de Educação (SED).
"Eu fiz o Enem em 2010 e passei na universidade particular para os cursos de direito e letras, mas não me interessei em fazer. Agora eu consegui passar para o curso que eu sempre quis. Estou com bastante esperança em conseguir me matricular", afirmou Aline.
A adolescente sempre estudou em escola pública e se preparava para cursar o terceiro ano do ensino médio na Escola Estadual Maria Constança de Barros Machado, em Campo Grande (MS). "Eu já estava um ano adiantada, agora vou ganhar dois anos. Estou muito animada e preparada para começar a faculdade", disse a menina, que completa 16 anos no dia 6 de fevereiro.
A inscrição dos novos acadêmicos na UFMS será feita nos dias 19 e 20 de janeiro, com isso o defensor público responsável pelo caso, Marcello Moraes Salles, acredita que a decisão do Tribunal deverá ser rápida. "Em dezembro houve uma situação semelhante e o TJ foi favorável ao estudante, por isso eu acredito que a decisão venha no prazo, até quinta-feira tenha saído", afirmou o defensor.
Já que a universidade exige o certificado de conclusão do ensino médio para efetuar a matrícula dos candidatos, é preciso entrar com um processo na Justiça para que a nota do Enem seja considerada para garantir o certificado - atualmente, apenas os estudantes que possuem 18 anos podem utilizar o Enem como forma de garantir a conclusão do ensino médio.
Estudante com 16 anos cursa Medicina na UFMS

No ano passado, um caso semelhante envolveu a estudante Isabel Tolentino, na época com 16 anos. A adolescente foi aprovada em medicina na UFMS a partir da nota do Enem, mas precisou recorrer à Justiça para que pudesse cursar a faculdade, já que ainda não havia concluído o ensino médio. Após decisão favorável do TJ do Estado, ela passou a frenquentar as aulas.


Postado por;






***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário