Follow by Email

terça-feira, 1 de novembro de 2011

"QUEM REALMENTE MERECE SER PERDOADO?"

Esse assunto é por sí só uma grande polêmica!
Há dias atraz escreví sobre o mesmo assunto, mas, deixei um testemunho do que comigo ocorreu.
Hoje quero falar de um modo totalmente diferente, pois as pessoas tem encarado o assunto com um certo desleicho, descuido. 
Oras, estamos em um mundo por demais pecaminoso onde todos querem apenas levarem vantagens em tudo e sobre todos. Basta andarmos de carro nas ruas e já veremos tais pessoas.
No mundo dos negócios não é diferente, na vida conjulgal tambem tem sido de igual modo, com raríssimas esxeções, e daí por diante, vemos isso nas camaras de vereadores, dos deputados, no senado, nos governos estaduais e até no federal. Todos querem tirar uma pequenina fatia dessa vantagem tão invejado por grande parte dos seres humanos na face da terra.
Mas, o que tem isso a ver com o perdão?

Vamos ao caso então!

Estamos diante de uma grande polêmica que foi lançado sobre o es-ministro dos esportes, e temos também deparados com suas falácias para se defender, bem como seu partido!
Muito bem.
Se nós ficarmos aqui do lado de cá nos lastimando e ofendendo os tais, que proveito tiraremos disso, se amaldiçoar os tais o que ganharemos com isso?
Temos que nos juntar em pró da verdade chamado voto e resolver de vez por todas esse tipo de ladainha sem valor algum. Nunca em momento algum em tempos de eleições devemos nos rebaixarmos a tais lobos, vestidos de ovelhas e dar-lhes o que temos de mais precioso,(o voto), mas, também não ha a necessidade de ficar escomungando-os, pois não estamos aqui para condenar quem quer que seja, vemos que mesmo carregados de ganâncias, engodos e tantas outra tramoias, são seres humanos como nós, passivos de erros.
Jesus em sua cruscificação proferiu as seguintes palavra: Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Então repartiram as vestes dele, deitando sortes sobre elas. Lucas 23:34.  
Claro que sabemos perfeitamente que estes estão nos larapiando nossos tributos suados, contudo não temos o direito de julgá-los.
Com isso quero dizer que até o mais vil pecador, tem o direito de nosso perdão, ainda que isso nos doa muito em fazer, porém nos é de obrigação perdoar a quem nos tem ofendido como proferimo na oração do "PAI NOSSO" Oração que Cristo nos ensinou!
Claro que não somos com Jesus que ao baixar seu olhar e ver aqueles que O entregaram á morte e morte de cruz, perdoar-lhes os pecados.
Mas, também é certo que se não liberarmos perdão a nossos ofessores, estamos proferindo mentira a "DEUS". e sua palavra no livro da Revelação a João na Ilha de Patimos (Apocalípse) Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.cap. 21,8.
15 Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idólatras, e todo o que ama e pratica a mentira. 
Portantos essas pessoas ja estarão julgados por seus próprios Atos!
Portanto nós não temos jamais ficar escolhendo a quem devemos perdoar, pois o que temos aprendido, é que não devenos querer  algo para nossos amigos, inimigos, conhecidos ou seja lá quem for aquilo que não queremos para nós!
Não é mesmo?


escirto por;

***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário