Follow by Email

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

"PASTORES NÃO GOSTAM DE REPORTAGEM DO DOMINGO ESPETACULAR DA REDE RECOD"

Pastores não gostaram da reportagem do ”Domingo Espetacular” sobre “Cair no Espírito”





Para entender melhor, veja o vídeo do Domingo Espetacular aqui.


Os pastores e bispos de várias igrejas não gostaram da reportagem sobre ”cair no espírito” exibido no dia 13/11/2011, no ”Domingo Espetacular”. Evangélicos ficaram indignados com a reportagem.
O pastor Marco Feliciano em entrevista ao site Notícias Gospel deu a sua opinião:
“A Universal está em decadência”. “Admirava o Macedo, até acreditava na sua fé”, disse.
A reportagem da Record gerou indignação de muitos evangélicos. Pastores, cantores, professores de teologia e mesmo não evangélicos criticaram a transmissão da Record por abordar um tema religioso.
O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, concordou em partes com a reportagem:
“Rejeito o cai-cai como prática pentecostal, mas não reconheço o bispo Macedo como autoridade espiritual, moral e ética para o que fez”, comentou o pastor Vagens.
O pastor Ciro Sanches Zibordi, autor de “Erros que os pregadores devem evitar”, também comentou sobre a reportagem:
“Não se pode limitar o poder de Deus, claro que ele pode derrubar uma pessoa, mas isso não pode ser uma condição para a manifestação do Espírito Santo”.
Algumas horas depois, a reportagem do ”Domingo Espetacular” foi reprisada pela Record News o que só fez aumentar a ”fúria” dos evangélicos.







Mais uma vez o desespero de Edir Macedo se aflora e ele volta a atacar o movimento pentecostal e a cantora Ana Paula Valadão, tentando denegrir e ridicularizar estas igrejas e, novamente, a cantora gospel. Neste domingo, o programa Domingo Espetacular, da TV Record, exibiu uma extensa reportagem sobre o tema “Cair no Espírito”, que causou grande polêmica e escandalizou espectadores de diversas religiões, inclusive denominações evangélicas.
Segundo o programa, a reportagem durou duas semanas para ser preparada, porém o tema discutido há mais de 20 anos, foi tratado na matéria como uma ‘seita’ pelo seu fundador, o pastor Jacob Goldberg, que em sua entrevista diz ter se arrependido de ‘começar’ esse movimento e hoje o critica. O tema já foi amplamente discutido entre teólogos e pastores através de dezenas de livros e artigos ao longo das últimas décadas.
Os evangélicos, principalmente os pentecostais, não se agradaram nem um pouco da reportagem e no Twitter o assunto tornou-se rapidamente um dos mais comentados, alcançando o primeiro lugar no Trending Topics (assuntos mais comentados do momento).


A chamada da TV Record dizia: “culto que atrai cada vez mais seguidores no Brasil e no mundo, e chama a atenção por expor seus membros a rituais perigosos e intrigantes. Comandados por um líder religioso, os fiéis ficam imóveis, caem e se debatem, em transe, no chão; muitas vezes, todos ao mesmo tempo. O Domingo Espetacular investigou o fenômeno e entrevistou ex-fiéis, psicólogos e neurologistas. Em uma conversa exclusiva com a repórter Heloísa Vilela, um dos fundadores do movimento, arrependido, revela que as práticas vão contra às Escrituras Sagradas e pede que os brasileiros e os pastores não adotem essa doutrina, pois, segundo ele, não se trata de uma manifestação sagrada”.
Uma nova onda de protestos contra a Rede Record pelo twitter gerou expressivas críticas a respeito da emissora ligada à Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, que em outros momentos também já teria despertado indignação ao veicular matérias sobre questões de fé. Além disso, muitos faziam chacotas com os crentes, os acusando de serem ‘burros’ e facilmente ‘manipulados’, enquanto outros tentavam defender a prática usando experiências próprias e citando versículos bíblicos.
Não quero jamais fazer apologia a uma briga que está longe do fim. Contudo o que vejo nessa briga toda é exatamente disputa de audiência, e no caso de Edir Macedo, volto a repetir que seja tão e simplesmente porque os citados no programa domingo espetacular, é porque não clientes de gravadoras do Bispo em questão, sendo assim ele se sente no direito de atacá-los, com suas mesquinharias e falácias.


Escrito por;


***FRANCIS DE MELLO***


Nenhum comentário:

Postar um comentário