Follow by Email

sábado, 19 de novembro de 2011

REYNALDO GIANECCHINI APARECERÁ NO FANTÁSTICO DE DOMINGO 20/11

"Este é um momento de aprendizado", diz Gianecchini


A entrevista vai ao ar neste domingo (20). Foto: Divulgação
A entrevista vai ao ar neste domingo (20)
Foto: Divulgação
Reynaldo Gianecchini concedeu uma entrevista ao Fantástico, na última sexta-feira (18). O ator contou à Patrícia Poeta como foi receber a notícia que estava com câncer, como foi o início do tratamento e quais são seus próximos passos. "Estou bem e este é um momento de aprendizado", disse.
O ator também falou que acredita em Deus e que, diariamente, medita e agradece todas as suas vitórias. Reynaldo Gianecchini afirmou que era fácil chorar com seus personagens da ficção, mas que na vida real não era de derramar lágrimas. Segundo ele, com o carinho que tem recebido, está mais emotivo.
O ator da Globo luta contra um câncer no sistema linfático, descoberto em agosto deste ano. A entrevista vai ao ar neste domingo (20.





O caso de Gianecchini passo a passo

Reynaldo Gianecchini deve ter alta na sexta-feira, diz jornal



O jornal "Folha de S. Paulo" desta quarta-feira (24) afirma que, segundo um de seus médicos, o Dr. Raul Cutait, Reynaldo Gianecchini deve ter alta do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, já na sexta-feira (26).
O ator está internado na instituição para tratar um linfoma não Hodgkin das células T angioimunoblástico, diagnosticado há mais de uma semana.
De acordo com boletim médico enviado pelo hospital paulistano, o tratamento quimioterápico teve início na última segunda-feira (22).
A previsão era de que Gianecchini tivesse recebido o medicamento na quinta-feira (18), mas o tratamento foi adiado em razão de um sangramento durante a implantação de um cateter venoso central.


Gianecchini faz segunda sessão de quimioterapia

Ator esteve no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última terça-feira (6)
giane2
Enfrentando câncer agressivo, Reynaldo Gianecchini faz segunda sessão de quimioterapia
Na terça-feira (6), o ator Reynaldo Gianecchini foi submetido à segunda sessão de quimioterapia. 
A informação foi dada pela assessoria de imprensa do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, nesta quinta-feira (8).

O ator foi diagnosticado com um câncer linfático em agosto deste ano e ficou internado por 26 dias no mesmo hospital.

Ele recebeu alta no dia 26 de agosto.

Prevendo efeitos colaterais, Gianecchini resolve raspar a cabeçaO tumor de Gianecchini está localizado nos gânglios linfáticos [que atuam na defesa do organismo contra infecções e estão localizados em diversas partes do corpo, como pescoço, axilas e virilha].

A confirmação do diagnóstico foi possível depois que o ator teve reações infecciosa e alérgica de uma cirurgia de hérnia inguinal, realizada em julho.

Reynaldo Gianecchini sai do hospital

Câncer de Giane exige um forte tratamento

Reynaldo Gianecchini



Nome: Reynaldo Cisotto Gianecchini Júnior
Data de nascimento: 12 de novembro de 1972
Signo: Escorpião
O que faz: Modelo e ator
Fatos curiosos:
1. Gianecchini é presença frequente nas academias de ginástica. É capaz de ficar horas se exercitando por até sete dias na semana.

2. É conhecido por sua afetividade e mantém muitas amizades de infância − como a engenheira Marilza Carneloz, colega dos tempos de colégio.

3. Reynaldo Gianecchini é uma atração para a vizinhança da Gávea. Todos os dias, entre 9h e 10h, o ator toma café, lê jornal e faz seu desjejum na janela do apartamento onde mora.

4. Foi a voz de Rodney Lataria, na dublagem do filme americano "Robôs".

5. Antes de ingressar profissionalmente na carreira de ator, Reynaldo Gianecchini se dedicou por oito anos às sessões de fotografias para catálogos de moda e às passarelas de Nova York, Paris e Milão.


Biografia

Reynaldo Gianecchini começou sua carreira como modelo aos 17 anos, assim que entrou para faculdade. Se formou em Direito pela PUC de São Paulo em 1997. Dez anos mais tarde, já era modelo internacional quando ingressou na carreira de ator.

Seu início foi no teatro, com a peça "Cacilda". Sua primeira novela foi "Laços de Família", de Manoel Carlos, que protagonizou como o personagem Edu. Mesmo muito criticado, Gianecchini buscou mais trabalhos e se dedicou aos estudos. O ator tem conquistado mais respeito e coletado elogios em suas atuações na TV e no teatro, com personagens como o mecânico Pascoal em "Belíssima" e na peça "Vossa Excelência o Candidato".

Participou também das novelas "As Filhas da Mãe", "Esperança", "Sai de Baixo", "Mulheres Apaixonadas", "Da Cor do Pecado" e "Sete Pecados". E dos filmes "Avassaladoras", "Primo Basílio", "Sexo com Amor" e "Entre Lençóis".

Foi casado com a jornalista apresentadora Marília Gabriela até 27 de outubro de 2006, quando sua assessoria de imprensa anunciou a separação.


Gianecchini recebe alta após 

químio e se diz  ''muito forte''

O ator é submetido a tratamento para um tipo raro de câncer que afeta o sistema de defesa do organismo


O ator Reynaldo Gianecchini deixou ontem o hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo, onde realiza tratamento contra um câncer no sistema linfático. Após receber alta médica, por volta das 15h20, Gianecchini conversou rapidamente com a imprensa e agradeceu o apoio do público. "Estou muito forte, e boa parte dessa força vem do amor e do carinho que estou recebendo das pessoas", afirmou.
O ator foi diagnosticado com linfoma não Hodgkin de células T - tipo mais raro da doença que afeta o sistema de defesa do organismo. O início do tratamento foi adiado por um sangramento durante a introdução do cateter venoso central há uma semana. Esse dispositivo é implantado para facilitar a aplicação de quimioterapia.
A doença, que atinge os linfócitos, foi diagnosticada após o ator ser internado no hospital com suspeita de faringite.
Gianecchini estava em cartaz com a peça Cruel, que estreou em 27 de junho no Teatro Faap, na zona oeste. O espetáculo foi suspenso por tempo indeterminado. 

Gianecchini faz mais uma sessão 

de quimioterapia

Ator foi diagnosticado há cerca de um mês com linfoma não Hodgkin, tipo de câncer no sistema linfático

08 de setembro de 2011 | 12h 26

O ator Reynaldo Gianecchini passou por mais uma sessão de quimioterapia no Hospital Sírio-Libanês, na zona sul de São Paulo, na última terça-feira, 6, como parte do tratamento contra um câncer no sistema linfático. Ele foi diagnosticado com linfoma não Hodgkin de células T - tipo mais raro da doença que afeta o sistema de defesa do organismo.

Gianecchini passou por 15 dias de internação em agosto - Evelson de Freitas/ AE
Gianecchini passou por 15 dias de internação em agosto
O início do tratamento foi adiado por um sangramento durante a introdução do cateter venoso central há uma semana. O dispositivo é implantado para facilitar a aplicação de quimioterapia. A doença, que atinge os linfócitos, foi diagnosticada após o ator ser internado no hospital com suspeita de faringite. Ele ficou internado por mais de 15 dias. Gianecchini estava em cartaz com a peça Cruel, que estreou em 27 de junho no Teatro Faap, na zona oeste da capital paulista. O espetáculo foi suspenso por tempo indeterminado. 

Entenda o linfoma não-Hodgkin, 

causa da morte de Andy Whitfield

Este subgrupo dos linfomas acomete atualmente o ator Reynaldo Gianecchini

12 de setembro de 2011 | 11h 59

O linfoma não-Hodgkin acomete atualmente o ator Reynaldo Gianecchini  - Divulgação
O linfoma não-Hodgkin acomete atualmente o ator Reynaldo Gianecchini

O linfoma não-Hodgkin é um tipo de câncer que afeta as células do sistema imunológico, responsável por proteger o corpo de doenças. Este subgrupo dos linfomas acomete atualmente o ator Reynaldo Gianecchini. A presidente Dilma Rousseff também passou em 2009 por tratamento para linfoma não-Hodgkin.
Esse tipo de linfoma começa normalmente afetando os linfócitos, também conhecidos como células brancas do sangue. Como em qualquer tumor, as células afetadas começam a se dividir sem controle e não morrem mais quando deveriam.
Há mais de 20 tipos de cânceres incluídos nesse grupo. Eles podem afetar os linfócitos-T ou B (mais comum), o que determina seu tipo, e também se dividem segundo sua severidade e velocidade de crescimento. O tratamento para a doença depende da categoria do linfoma, de seu estágio e da idade do paciente, mas pode incluir quimioterapia e radioterapia.
Todos os tipos de linfoma não-Hodgkin têm em comum o fato provocarem gânglios linfáticos aumentados no pescoço, axilas ou virilha, febre, tosse persistente, fraqueza e perda de peso sem explicação - podendo ocorrer em pessoas de qualquer idade, embora sejam mais comuns em pessoas de mais de 60 anos.
Fatores de risco para o linfoma não-Hodgkin incluem alguns tipos de infecções (como a Hepatite C e o HIV) e um sistema imunológico enfraquecido. Para se prevenir, é importante ter um estilo de vida saudável, com uma dieta rica em frutas e verduras.

Gianecchini faz tratamento 

espiritual contra câncer, 

diz revista

De acordo com a 'Veja', ator está sendo orientado por médium que incorpora espírito de médico

19 de setembro de 2011 | 10h 40

Gianecchini foi diagnosticado com um tipo raro de linfoma - Paulo Pinto/ AE
Gianecchini foi diagnosticado com um tipo raro de linfoma


De acordo com a Veja, Gianecchini teria passado por uma cirurgia espiritual à distância, enquanto ainda estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, realizada pelo médium João Berbel, do Instituto de Medicina do Além, em Franca, que acompanha e orienta Giannechini em sua trajetória contra o câncer e que teria lhe ministrado cápsulas feitas com plantas medicinais.
Gianecchini foi diagnosticado com a doença em agosto deste ano, após ser internado por conta de uma faringite. Recebeu alta do hospital no dia 26 de agosto, após ser submetido às primeiras sessões de quimioterapia. À imprensa, agradeceu pelo apoio dos fãs. "Estou muito forte e boa parte dessa força vem do amor e do carinho que estou recebendo das pessoas", afirmou.
Na semana passada, foi visto pela primeira vez em público após a confirmação do diagnóstico, passeando pelo bairro dos Jardins, em São Paulo, com sua ex-mulher, a apresentadora Marília Gabriela. O ator tinha a cabeça raspada, uma antecipação de uma das reações adversas do tratamento contra o câncer, a queda de cabelos.

Gianecchini visita hospital 

infantil do câncer e grava 

campanha

Ator não cobrou nada para participar da campanha organizada para arrecadar doações para o Gacc

29 de setembro de 2011 | 18h 27
Ator visitou o Hospitel do Grupo de Assistência à Criança com Câncer em São José dos Campos - Divulgação
Ator visitou o Hospitel do Grupo de Assistência à Criança com Câncer em São José dos Campos
Gianecchini visitou o Gacc para realizar a gravação de vídeos que serão utilizados na campanha de arrecadação de doações da instituição que deve ter início nos próximos meses.
O ator, que luta contra um linfoma não-Hodgkin de células T (tipo mais raro da doença que afeta o sistema de defesa do organismo), já foi submetido às primeiras sessões de quimioterapia. De acordo com a revista Veja, está aliando o tratamento médico tradicional à medicina espiritual.

Gianecchini fala pela primeira vez sobre o câncer

Em vídeo, ator afirma que a doença pode ser uma 'dádiva' para ele

13 de outubro de 2011 | 20h 29

O vídeo, divulgado nesta quinta-feira, 14 faz parte de uma ação do Movimento Contra o Linfoma.
Gianecchini faz tratamento contra um linfoma não Hodgkin - tumor que atinge os gânglios linfáticos.Emocionado, o ator explica a doença e dá detalhes do momento em que recebeu a confirmação da doença, revelada em agosto.
"É claro que é um diagnóstico que te assusta, primeiro porque a gente nunca imagina que pode ter isso e segundo porque é uma doença que tem um estigma", diz ele.
O ator afirma que conseguiu reunir forças para buscar a cura graças ao apoio da família e o carinho dos fãs. "Acredito que isso pode ser uma dádiva para mim", disse, completando que a doença o fez crescer e descobrir uma força que ele não imaginava que tivesse.
Gianecchini explica que os primeiros sintomas da doença foram algumas alergias. Após uma cirurgia de hérnia na virilha seguida de uma infecção, surgiram gânglios que mais tarde foram investigados pelos médicos até a confirmação do diagnóstico. 

Pai do ator Reynaldo Gianecchini


morre em São Paulo

17 de outubro de 2011 | 12h 55
O pai do ator Reynaldo Gianecchini, Reynaldo Cisoto Gianecchini, de 72 anos, morreu no começo da manhã de hoje, no Hospital São Lucas de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, onde estava internado para tratamento contra o câncer. O corpo será levado para o velório Bom Pastor, onde será enterrado no Cemitério Bom Pastor, às 16h. 
O ator Reynaldo Gianecchini também foi diagnosticado com linfoma não-Hodgkin de células T, um tipo mais raro da doença que afeta os linfócitos (células de defesa). O início do tratamento de quimioterapia precisou ser adiado depois que o ator apresentou um sangramento durante a introdução do cateter venoso central, no dia 20 de agosto.
Na semana passada, o ator falou pela primeira vez da doença, em um vídeo que  faz parte de uma ação do Movimento Contra o Linfoma da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale). 

Perfil  falso de Reynaldo 


Gianecchini brinca com doença     


do ator


Assessoria reitera que ator não está em nenhuma rede 


social

18 de outubro de 2011 | 16h 45


Um perfil falso do ator Reynaldo Gianecchini no Facebook está postando informações 
falsas a respeito de seu tratamento contra o câncer.
No domingo, 16, o perfil informava que o ator seria internado novamente para sessões de quimioterapia. "A partir de semana que vem estarei um pouco ausente do Facebook, mas a página será monitorada pela minha assessoria de imprensa. Provavelmente ficarei internado para mais algumas sessões de quimioterapia e com isso ficarei um pouco debilitado." No entanto, antes que a notícia pudesse deixar os fãs em alerta, a assessoria do ator voltou a afirmar, como havia feito há dois meses, que ele não possui perfil em nenhuma rede social. Gianecchini possui um linfoma não-Hodgkin, tumor que atinge os gânglios linfáticos, diagnosticado em agosto. Em recente depoimento para a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, ele agradece o apoio que vem recebendo dos fãs e amigos e diz que tudo na vida tem um propósito. "Existem coisas reservadas para a gente que fogem à nossa explicação, mas que talvez lá na frente a gente vai entender  perfeitamente."

Gianecchini é internado em hospital 


de São Paulo

20 de outubro de 2011 | 14h 00
SOLANGE SPIGLIATTI - Agência Estado
O ator Reynaldo Gianecchini está internado no Hospital Sírio-Libanês, na zona sul de São Paulo, para dar continuidade do tratamento contra um câncer no sistema linfático. O hospital não informou, a pedido da família, quando o ator foi internado ou por quanto tempo ele permanecerá fazendo o tratamento.
Ele foi diagnosticado com a doença em agosto deste ano, após ser internado por conta de uma faringite. Recebeu alta do hospital no dia 26 de agosto, após ser submetido às primeiras sessões de quimioterapia. Gianecchini faz tratamento contra o linfoma não Hodgkin de células T, aliando o tratamento médico tradicional, com sessões de quimioterapia, à medicina espiritual.

Gianecchini: "Quero viver intensamente

os dias que eu tenho"

Em entrevista ao Fantástico, que irá ao ar neste domingo (20), ator falou como está sendo conviver com a doença,




18/11/2011 21:39

Reynaldo Gianecchini e Patricia Poeta


Reynaldo Gianecchini deu uma entrevista exclusiva para Patrícia Poeta, em que fala como está sendo passar pelo tratamento do linfoma non-Hodgkin, tipo de câncer que o ator descobriu ter em agosto deste ano.
"Não me assusta no sentido de eu buscar no meu dia a dia viver. Eu quero a vida, eu quero viver intensamente os dias que eu tenho", disse Gianecchini , que revelou ainda que está se sentindo bem.
"Eu tenho passado assustadoramente bem por esse processo, mas cada dia é um dia. Tem dia que você está ótimo para andar, para fazer exercício. Tem dia que você tem que ficar mais na cama mesmo", completou ele.

Fantástico entrevista o ator Reynaldo 


Gianecchini: "Eu quero a vida"


A entrevista vai ao ar no Fantástico deste domingo (20).


Neste domingo (20), o Fantástico traz uma entrevista exclusiva da Patrícia Poeta com Reynaldo Gianecchini. O encontro foi gravado em São Paulo, no apartamento do ator. "Não me assusta no sentido de eu buscar no meu dia a dia viver. Eu quero a vida, eu quero viver intensamente os dias que eu tenho", disse o ator.
Fantástico
A entrevista vai ao ar no Fantástico deste domingo (20).
Durante a entrevista com Patricia Poeta, Gianecchini também revelou que tem se sentido bem: "Eu tenho passado assustadoramente bem por esse processo, mas cada dia é um dia. Tem dia que você está ótimo para andar, para fazer exercício. Tem dia que você tem que ficar mais na cama mesmo".

A entrevista vai ao ar neste domingo (20) no Fantástico. Não perca!

Fantástico
"Eu tenho passado asssustadoramente bem por esse processo", revelou o ator.
Fantástico
Patricia Poeta foi até a casa do ator em São Paulo.
Estou mais que feliz em saber que 


nosso grande ator está se saindo bem 


em mais essa jornada que com certeza 


o fará entender a vida melhor que 


nunca, e como ele mesmo diz, nunca 


viveremos mais do que o que nos foi 


designado para viver




Escrito por;










***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário