Follow by Email

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

"OS DESNATURADOS DO MUNDO ATUAL"

Nos atuais dias, ou seja, na atualidade em que vivemos num momento de grande desenvolvimento da era da internet, mídia eletrônica, momento 3G, nova era, comunicação em tempo real de todos os meios do submundo. Estamos nos deparando com tanta elevação gradual da massa humana, ao ponto de muitos entrar no momento de desnaturalidade que chega a nos deixa assustados com as atitudes tais pessoas.
E o pior de tudo é todos os desnaturados que quero aqui mencionar, fazem parte de um grupo que se dizem buscar o conhecimento avançado do momento, que não queremos nem acreditar no que vemos.
Ora, acabamos de ver um grupo de pessoas que se dizem estar se preparando para entrar no mundo de profissionais liberais, executivos, médicos, advogados entre outros, se dizendo estudantes de faculdades, tomarem como propriedade as dependência da USP a maior faculdade do Brasil e lá ficando desde o dia 1 de novembro até ontem quando a justiça enfim resolveu acabar com essa palhaçada. Nunca em minha vida havia ouvido dizer que alguém tenha o direito de tomar a propriedade de quem quer que seja por motivos simplesmente de suas vaidades, ou interesse em se tornarem pessoas conhecidos, não se importando qual meio usem para isso. Tenho um neto que entra para a Universidade no início do ano, mas, confesso que se em algum momento ele fazer parte desse tipo de baderna, de um grupo de desnaturados como essa que menciono, juro por minha vida que irei onde ele estiver, e o retirarei de lá de qualquer forma, claro que temos o educado o suficiente pare não participar desse tipo de motim. porém, ao iniciar uma vida em república onde terá que dividir moradia com outros estudantes,  pode ser que ele mude de procedimento, caso isso venha ocorrer, e precise minha intervenção, primeiro agirei com o diálogo como sempre fíz na criação de meus filhos, onde ele é incluso, por ter sido criado conosco, ao não conseguir convence-lo do erro por meio natural, é óbvio que o retirarei do local, nem que para isso, tenha que pedir a interferência da polícia, das forças da justiça, mas não o aceitarei participando disso.
O interessante que tudo aquilo começou por não aceitarem a interferência da polícia junto aos tais usuários de drogas, então os demais partiram em defesa destes. Oras, se querem usarem drogas para se acaberem consigo mesmos, isso é problema deles. Não vejo razão para que os demais entraram em uma causa que a principio não lhes dizia respeito, exceto alguns mais fizessem parte daqueles envolvidos naquele momento. Mas, com certeza agora os mais de 70 que foram presos deverão pensarem bem muito mais antes de se envolverem nesse tipo de baderna.
Esses estudantes precisam pagar por seus atos, pelos danos causado à faculdade, aos demais estudantes que queriam estudarem, mas, foram impedidos com a presença indesejada dos tais, terão que serem punidos com todo rigor que alei permite. Esperamos que o chamado defesa dos direitos humanos, não venha interferir a favor desses, esquecendo dos direitos da grande maioria que ali estudam e trabalham.
Só sei que depois que foi aprovado o direito de grave e manifestação, deram brechas para todo tipo de vagabundos se manifestarem, mesmo que firam os direitos de terceiros.
Agora nesse momento que escrevo aqui, vi no Jornal Hoje de rede Globo, que os estudantes da universidade estão reunidos para ver se aprovam ou não a presença da polícia no campus da USP, o que mais me chama atenção, é qual é o motivo dessa rejeição da polícia dentro da campus da universidade? Ao meu ver, eles deveriam estarem de acordo com a presença dos policiais, tendo em vista de lhes darem mais segurança. No Telejornal, também informou que há uma pessoa desaparecido, e que o pai vai prestar queixa sobre esse desaparecimento. Não consigo entender mesmo esse tipo de atitude. Esses alunos, deveriam estar estudando, debruçado sobre seus livros para chegarem em sua formatura e entrarem no mercado de tralho com todo conhecimento possível, para não deixarem ou provocarem erros como estamos cansados de ver no meio dos tais profissionais da saúde, direito, educação entre tantos outros, mas, essas atitudes nos alertam o porque de tantos erros, eles não estão qualificados o suficiente para o que acharam estarem ou terem se desinformados?   "ops...." formados. 




Escrito por;




***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário