Follow by Email

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Rocinha: operação encontra clínica de aborto, detém 12 pessoas e apreende 34 motos

Rocinha: operação encontra clínica de aborto,
detém 12 pessoas e apreende 34 motos

Intenção foi atender várias delegacias especializadas ao mesmo tempo.


rocinha

A Polícia Civil encontrou uma clínica de aborto e uma fábrica de CDs piratas nesta quinta-feira (3) durante operação na Rocinha, em São Conrado, zona sul do Rio de Janeiro.

Na clínica, os agentes prenderam um técnico de enfermagem. Não havia nenhuma mulher quando a polícia entrou no local, segundo o delegado da sub-chefia da Polícia Civil, Fernando Vila Pouca.

A operação terminou por volta das 17h.   Ao todo, 12 pessoas foram detidas e encaminhadas para uma das sete delegacias que participaram da ação. Já na fábrica de CDs piratas foram recolhidas 21 mil mídias. 
Além disso, os agentes apreenderam 34 motos (sendo quatro roubadas).

A operação aconteceu no entorno da favela, mas agentes das delegacias da Gávea (15ª DP) e do Leblon (14ª DP) aproveitaram para entrar na comunidade para cumprir mandados de prisão e checar informações passadas pelo Disque-Denúncia. 

Também foram encontrados 90 rojões utilizados como armadilha para helicópteros da polícia. Segundo o delegado, os criminosos queimavam pneus para dificultar a aproximação da aeronave e, quando esta voava baixo, eles detonavam o explosivo. 

Fernando Vila Pouca contou ainda que dois estabelecimentos foram autuados por venderem comida imprópria para o consumo e outros dois locais fechados pois ofereciam “gatonet”. 

- O objetivo foi utilizar o tempo e a estrutura da polícia para atender várias unidades especializadas em conjunto. 

Os veículos foram encaminhados para o Pátio Legal da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis, em Deodoro, zona norte. Cerca de 65 agentes de sete delegacias especializadas participaram da ação, com o apoio do helicóptero Águia. 

As unidades policiais envolvidas foram DRCPIM (Delegacias de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial), DDSD (Defesa dos Serviços Delegados), Decon (Delegacia do Consumidor), DRFA (Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis), Decod (Delegacia de Combate às Drogas) e da Polinter. 

A Rocinha é reduto de um dos traficantes mais procurados do Estado, Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem. Várias operações já foram realizadas na favela, mas o traficante sempre consegue fugir. O Disque-Denúncia (2253-1177) oferece R$ 5 mil de recompensa por informações que levem ao criminoso. 

Durante a última grande operação ocorrida na Rocinha, em abril deste ano, cerca de 3 t de maconha foram apreendidas. O prejuízo foi avaliado em R$ 3 milhões e 11 pessoas foram presas.

Assista ao vídeo:


Novas operações como a da Rocinha
O delegado Fernando Vila Pouca afirmou que a operação feita na Rocinha deve acontecer também em outras comunidades onde também haja uma série de irregularidades.
- Essa operação acontece para dar suporte às delegacias especializadas, para que cada uma possa cumprir os seus objetivos. Uma delegacia vai combater os sinais clandestinos de TV e internet, outra vai fiscalizar estabelecimentos com alimentos vencidos, outra vai ver a questão da pirataria e assim por diante.
O delegado explicou que a ação conjunta de várias delegacias também dá mais segurança aos policiais, já que a presença de traficantes armados dificultaria a operação de apenas uma delegacia, com poucos policiais.
fonte terra.

postado por;

***FRANCIS DE MELLO***


Nenhum comentário:

Postar um comentário