Follow by Email

quinta-feira, 10 de maio de 2012

"PSDB DE JOSÉ SERRA CONTARÁ NOVAMENTE COM O APOIO DO DEM DE ACM NETTO"


ACM Neto quer DEM como vice na chapa de Serra.




















O DEM já fala abertamente sobre a aliança com o PSDB para as eleições municipais em Salvador e São Paulo. Em evento do partido na capital paulista, nesta quinta-feira, o pré-candidato de Salvador, ACM Neto, definiu como natural o realinhamento das duas legendas, sobretudo para tentar eleger mais uma vez o tucano José Serra para a prefeitura paulistana. Deputado federal, ele ainda minimizou o fato de os Democratas convergirem na mesma chapa do atual mandatário Gilberto Kassab, que deixou o DEM para fundar o PSD em 2011.
"A partir do anúncio que fará, o partido vai expor ao PSDB que tem a possibilidade de participar da chapa majoritária. Tranquilo, sem imposição e sem vetos. Se será ou não, vai depender do encaminhamento. O objetivo maior é construir a vitória, é o que desejamos em São Paulo e daremos nossa contribuição ao José Serra. Mas participar da chapa é desejo nosso", lembrou ACM Neto. Pré-candidato do partido anteriormente, Rodrigo Garcia é secretário de Desenvolvimento Social e um dos cotados para ser vice de Serra.
"O DEM tinha a pré-candidatura do Rodrigo, que defendeu o entendimento com o PSDB, mas tínhamos outras alternativas. Conversamos com o PMDB (Gabriel Challita é o pré-candidato do partido) sobre aliança e depois o partido entendeu que o caminho era apoiar José Serra. Ficamos felizes, pois é uma posição histórica do partido em São Paulo. Vale lembrar que, em 2004, o Serra teve Kassab como vice, indicado pelo PFL (partido anterior ao DEM). Assim como aconteceu com Geraldo Alckmin como governador (Guilherme Afif Domingos como vice). O DEM teve papel protagonista nas duas."
A respeito de Kassab, ACM Neto procurou deixar de lado as desavenças que levaram Kassab a deixar o DEM para participar da fundação do PSD. "O mais importante nesse momento é pensar na vitória do Serra (também apoiado por Kassab), que é importante para São Paulo e o Brasil. É fundamental que exista equilíbrio de poder e São Paulo gera isso ao país. Nesse caso, todos que possam somar esforços a contribuir na vitória do Serra são bem vindos. Kassab terá papel importante, é prefeito, tem sua força política e deve ser considerado. Não faremos política de exclusão, queremos somar."








***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário