Follow by Email

domingo, 20 de maio de 2012

"APÓS TREMORES DE SÁBADO, 19, A DEFESA CIVIL JÁ VISTORIARAM 48 EDIFICAÇÕES, E TRÊS DESTAS, FORAM INTERDITADAS"


Três residências são interditadas após tremor em Montes Claros, MG.

















São Paulo, 20 - Uma residência foi totalmente interditada e duas parcialmente bloqueadas em Montes Claros, norte de Minas Gerais, após o tremor de 4 pontos na escala Richter, que atingiu a cidade por volta das 10h40 da manhã do último sábado, 19. As vistorias continuam neste domingo, 20.
De acordo com a Defesa Civil da cidade, 48 edificações foram vistoriadas no total e três tiveram que ser interditadas. Uma delas, teve sua estrutura comprometida ao ser notado, de acordo com analises dos técnicos e engenheiros do Corpo de Bombeiros, o estrangulamento de uma coluna da casa.
O tenente do Corpo de Bombeiros, Dilson Veloso afirmou que, por volta das 5h30 da manhã desta domingo, moradores dos bairros Renascença e Santos Reis, no nordeste da cidade, informaram que houve outro tremor. O tenente destaca que este segundo tremor ainda não foi confirmado, mesmo com os relatos dos moradores.
Ainda segundo Veloso, foram registradas 395 ligações para o telefone da emergência do Corpo de Bombeiros, após o tremor, mas apenas 48 solicitações de vistoria foram atendidas.
'A população liga preocupada e muitas vezes só buscando recomendações. Entre todas as ligações, nós fazemos uma triagem e, de acordo com os relatos, analisamos se a vistoria é realmente necessária', explica o tenente do Corpo de Bombeiros de Montes Claros.
Veloso explica também que as vistorias são realizadas por agentes do Corpo de Bombeiros em conjunto com a Defesa Civil municipal e estadual. São analisadas todas as rachaduras, os telhados e a estrutura das construções.
Os moradores de Montes Claros que tiverem a estrutura de suas casas comprometidas, de acordo com laudo da perícia, devem acionar a prefeitura para que sejam enviados para um abrigo municipal até que uma segunda solução seja apresentada pelo governo da cidade.







***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário