Follow by Email

segunda-feira, 7 de maio de 2012

"LEITURA DA BÍBLIA EM ABERTURA DE SESSÕES DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE GOIÁS TORNOU-SE LEI"


Aprovada lei que obriga leitura da Bíblia na abertura das sessões da Assembleia Legislativa de Goiás.
















Aprovada lei que obriga leitura da Bíblia na abertura das sessões da Assembleia Legislativa de Goiás













Foi aprovada em Goiás proposta de lei de autoria do deputado Daniel Messac (PSDB), que obriga a leitura de um trecho da Bíblia durante a sessão da Assembleia Legislativa do estado, logo após a leitura da ata do dia.
De acordo com o blog da jornalista Fabiana Pulcineli, em seu blog no O Popular, as sessões da Alego passam a ser abertas com a frase: “Sob a proteção de Deus, havendo número legal, declaro aberta a presente sessão, convidando um dos deputados para fazer a leitura de um trecho da Bíblia Sagrada”.
Na última quinta feira (03), o autor da lei, que altera o Regimento Interno da Assembleia, foi primeiro a realizar a leitura, escolhendo um trecho do Salmo primeiro, cuja mensagem ensina que não se deve associar ou se envolver com pessoas erradas e de índole corrompida.
Membro da Igreja Assembleia de Deus, Messac defendeu sua proposta afirmando que ideia é criar, de forma objetiva, um ambiente que prega maior harmonia e justiça entre os parlamentares. Ele afirmou ainda que a lei visa fomentar a manutenção de um ambiente de princípios, e com repercussão na elaboração e votação das leis, sempre em benefício do povo de Goiás. “Considere-se, também, que é cristã a esmagadora maioria do povo brasileiro”, conclui o parlamentar.
Fonte: Gospel+
O interessante é que depois de uma tempestade de de notícias de corrupções envolvendo grande parte dos parlamentares, governos do estado de Goiás, os próprios parlamentares decidiram então criar-se uma lei que pelo visto acreditam protege-los de suas falcatruas e sujeirada toda. Indo de encontro o que se diz ser um país laico, mas, para se apegarem em a proteção de Deus como eles mesmo disseram ao aprovar a tal lei que dizem provar que a Alego é um ambiente hegemônico contido de harmonia e justiça entre os tais.
Concordo de fato que seja, vendo os noticiários diários detonando essa mesma casa e seus hegemônicos parlamentares em harmonia no que diz respeito a real distribuição do dinheiro público entre suas sujeiradas todas, contudo é dividido de igual modo. 






***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário