Follow by Email

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

"RIO DE JANEIRO ESTA VIRANDO UMA BOMBA DE ESTOPIM ACESO"


Rio acha mais 11 bueiros com risco de explosão; total vai a 313. 



A prefeitura do Rio de Janeiro identificou na madrugada desta quarta-feira mais 11 bueiros com alto risco de explosão. Foram 338 vistorias de tampões do monitoramento independente no Centro e no bairro de Copacabana. Somente a avenida Mem de Sá concentra seis bueiros que ameaçam explodir. A avenida Professor Pereira Reis e as ruas dos Inválidos, de Santana, Washington Luiz e do Ouvidor têm, cada uma, um bueiro nessa condição.
Com a vistoria da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos nesta madrugada, o total de bueiros com alto risco de explosão chegou a 313. Em todos esses casos, segundo a prefeitura, o protocolo de emergência foi acionado, com a comunicação imediata ao Centro de Operações Rio e as concessionárias Light e CEG. Os bueiros foram isolados e sinalizados para reparo imediato pelas concessionárias.
Desde o inicio da operação de fiscalização, em agosto do ano passado, foram realizadas 40.253 vistorias em bueiros na cidade. O monitoramento independente de risco em bueiros tem duração de seis meses e decorre de acordo de cooperação entre a prefeitura do Rio, o governo do Estado, o Ministério Público e o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ).
O Rio de Janeiro tem mais de 16 mil tampões. Em um ano, mais de trinta bueiros explodiram na cidade. Em Copacabana, na rua República do Peru, em junho de 2010, um casal de turistas americanos ficou gravemente ferido. No fim do mês passado, na área do Armazém 30, uma explosão deixou um morto e dois feridos. As vítimas eram funcionários da empresa terceirizada São Mateus. No momento da explosão, o soldador Rafael Martins de Souza, 27 anos, estava em cima da tampa do bueiro e foi arremessado a uma altura de cerca de 20 m. Ele não resistiu aos ferimentos. Os dois sobreviventes foram identificados como o mecânico Carlos Ribeiro e o soldador Paulo Pereira, ambos de 52 anos. Eles tiveram fraturas e queimaduras. 
É uma pena ter que dizer e aceitar que a cidade maravilhosa está virando uma verdadeira bomba com o estopim à acender em qualquer momento, não seria nem bom imaginar esses bueiros explodindo ao mesmo tempo, não tem nem como imaginar a terrível  cena que o mundo poderá ver. Teremos que estar orando a todos momentos para que não venha acontecer nada nesse sentido,. Salve a cidade maravilhosa.



Escrito por;







***FRANCIS DE MELLO***

3 comentários:

  1. Estas medicoes apenas servem para indicar a concentracao de gas em relacao ao LIE do metano. Como foram feitas com explosimetros, deveria ter sido aplicada uma tabela de conversao, dependendo do gas que estivesse presente no bueiro. E isto nao foi feito, denotando um erro grave, pois a concentracao encontrada nao significa risco de explosao. Se a concentracao for por ex. 80% do LIE, o risco de explosao eh zero se tal concentracao nao tiver condicoes de aumentar. O especialista Estellito explica com detalhes em "explicando as medicoes de gases nos bueiros" no site da Abracopel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Anthony, gostaria de acreditar nessas medições, porém diante de tantos os bueiro que já explodiram nos deixa em sentido de alerta. claro que não moro na cidade maravilhosa, porém, sou um grande admirador desta belezura, por esse motivo minha preocupação. Mesmo que não tivesse nenhuma afinidade por ela, mas, nela existem vidas, e onde há vida, temos que estarmos atentos para com o bem estar de todos.
      Espero que as referências sobre as medida e/ou medições em questão esteja corretas, para que não tenhamos que penar com a dor dos prejuízos e de as vidas que poderão estar em perigo!

      Obrigado por sua informação!

      Excluir
    2. Talvez seja interessante complementar: as mediçoes de concentraçao de gas, por si soh, nao permitem afirmar que haja risco de explosao. Para se divulgar risco de explsoao eh necessario estimar a possibilidade de aparecimento de uma fonte de igniçao no mesmo momento que a concentraçao vier a atingir o LIE. Isto eh tudo estatistico. Entao, nao pode a prefeitura apenas medir gas e divulgar a concentraçao encontrada como numericamente igual ao "risco de explosao"; ha um erro crasso aqui. Outra coisa que tem que ficar clara eh que tais mediçoes em nada diminuem o risco de explosao, porque nao se esta atuando em nenhuma causa, logo, nada estah sendo mudado. a prefeitura diz que o bueiro eh sinalizado e isolado para intervençao da concessionaria, mas ele apenas fica aberto ali alguns dias e ninguem faz nada lah. Jah tivemos explosoes em bueiros que a medida havia sido feita e declarado como "sem perigo".

      Excluir