Follow by Email

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

SP: pré-candidatos do PSDB querem debates com Serra


Após o PSDB decidir adiar a consulta interna para escolher quem disputará a Prefeitura de São Paulo pela legenda, os pré-candidatos José Aníbal, secretário estadual de Energia, e Ricardo Tripoli, deputado federal, divulgaram uma carta conjunta nesta quarta-feira em que exigem a realização de ao menos dois debates internos com o o ex-governador José Serra, que ontem formalizou sua intenção em concorrer à indicação tucana.
As prévias do PSDB seriam realizadas no próximo domingo, mas Serra pediu que o pleito fosse remarcado para o dia 25 para ter tempo de mobilizar seus militantes, já que cerca de 20 mil filiados estão aptos a votar. A mudança desagradou Tripoli e Aníbal, que consideraram desnecessário o adiamento da consulta interna, devido à visibilidade que Serra já tem dentro do partido.
A decisão em adiar as prévias ocorreu na terça-feira após intensa discussão entre os 18 membros da Executiva municipal que, embora tenha aceitado o pedido de Serra, se viu rachada após a votação: 8 líderes tucanos votaram contra o adiamento. Após a votação, houve bate boca entre os membros da Executiva, que reclamaram da "imposição" de Serra.
"O Serra entrou nesse processo para rachar o partido, às vésperas das prévias. Isso é uma provocação! Ele impôs que fosse transferido a data para o dia 25", disse João Câmara, um dos integrantes da diretoria tucana.
Na carta, Tripoli e Aníbal reiteram a "preocupação" em relação à mudança na data, e afirmam que "reiteradas vezes, diversas lideranças partidárias estabeleceram o dia 11 como alternativa apresentada à militância", mas destacam que a sugestão não foi aceita. Eles argumentam ainda que o PSDB já havia realizado seis debates com militantes, e que não seria justo que o novo pré-candidato tucano não participasse desse tipo de debate, importante para a "revitalização" do PSDB.
"Neste sentido, propomos que o presidente e a Executiva Municipal se comprometam com a realização de ao menos dois debates com a militância do partido, em que, além de os pré-candidatos apresentarem suas propostas para a cidade de São Paulo, possam ouvir de nossos filiados o que esperam da candidatura tucana. Afinal, teremos agora quase um mês para a nova campanha", afirmam.
Nesta terça-feira, ao formalizar sua intenção de se candidatar, Serra entregou uma carta à Executiva do partido em que afirma que o pleito de outubro será "uma disputa entre duas visões distintas de democracia" e "de Brasil". Segundo ele, trata-se de uma "atividade privada" ou "fruto de ambição íntima", mas "destinada ao bem comum". Ele disse ainda ser favorável à realização das prévias no partido.





Postado por;








***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário