Follow by Email

sábado, 18 de fevereiro de 2012

"DESENTENDIMENTO RELIGIOSO; POR CONTA DE UM PROJETO DE INSTALAÇÃO DA ESTÁTUA DE IEMANJÁ NA PRAIA DE ITARARÉ, SÃO VICENTE"


Evangélicos protestam contra instalação de estátua de Iemanjá.

























Aquilo que era para representar uma homenagem à diversidade e à união dos povos está à beira de uma briga religiosa. Evangélicos de São Vicente reuniram-se na tarde desta quarta-feira na Praia do Itararé para mostrar o descontentamento com um projeto de lei que prevê a instalação de uma escultura de Iemanjá no local.
O protesto deixou indignados representantes de religiões de matrizes africanas da Baixada Santista, que se dizem vítimas de preconceito e afirmam que o ato fere a Constituição Federal, que prevê a liberdade religiosa.
A polêmica também ganhou a internet, onde várias pessoas de diferentes religiões criticaram o posicionamento dos evangélicos quanto à proposta do vereador Hilton Macedo (PSB).
Pelo projeto, uma estátua de 2,30 metros de altura por 1,05 metro de largura e pesando 230 quilos seria construída, sem custos para São Vicente, em homenagem à Mãe das Águas.
Estátuas de Iemanjá estão presentes em várias cidades brasileiras, inclusive em Praia Grande, que foi visitada por aproximadamente 30 mil pessoas em dois finais de semana de dezembro, durante festejos, conforme informações da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.
Segundo Izaías Lopes, da Associação Amigos Pastores de São Vicente, o protesto não tem a intenção de cercear a liberdade de culto, mas sim a de demonstrar a democracia.
“O culto deve ser exercido em locais apropriados. A praia não é o local. Além de haver um impacto ambiental devido às oferendas que serão deixadas na areia”, diz Lopes.
O vereador licenciado Fernando Bispo (PSB), atual secretário municipal de Comércio, Indústria e Negócios Portuários, chegou a dizer que antecipa sua volta à Câmara para derrubar o projeto.
O presidente do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Valter Guerreiro, que também é ministro religioso e pai-de-santo, classifica o ato dos evangélicos como intolerância religiosa. “Isso chega a ser um crime. Não vamos ficar parados assistindo uma cultura milenar ser tratada com preconceito”.
O diretor-presidente da Federação Nacional da Religião Orixá, Gladston Bispo, declara repudiar a atitude dos evangélicos. “Estou muito machucado e constrangido com mais esse ato de violência ao longo dos tempos”, diz Bispo.

Fonte; Notícias cristãs!



Este projeto é mais um daqueles que o político demonstra que realmente nada tem a fazer. Todo projeto que tem interesse de apenas uma classe de pessoas é simplesmente desqualificado como de grande valor. Muito embora, essa estátua pode trazer algo de interessante ao turismo, mas, por outro lado é como menciona Isaías Lopes, o impacto ambiental, contudo, vejo esse movimento como algo desnecessário. Sou evangélico, mas, nem por isso acho que esse grupo de evangélico estejam certos em assim agir, pois como bem qualificou o diretor-presidente da Federação Nacional da Religião Orixá, Gladston Bispo,um ato como esse é inconstitucional, além de ser preconceituoso, demonstra a fraqueza e ciumes dos evangélicos envolvidos. Bom seria que esses Pastores procurassem ler mais a Bíblia e assistir mais aos seus fiéis, e deixar de ínsita-los a esse tipo de atitude ainda mais sendo eles quem são. Veja o que diz o sábio Salomão "Bíblia": Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos. Eclesiastes 9:11.
Portanto é necessário que sejamos confiantes em o Deus a quem prestamos nosso culto de ação de graça, e não fiquemos nos envolvendo com esse tipo de apelo para querer impor nosso credo, ou fé. Nosso trabalho consiste em provar que o Deus em quem guardamos nossa fé, é realmente poderoso, mas com provas de amor e seriedade para com os demais. Nosso ministério é o que o Mestre Jesus disse e escrito por Lucas: E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém. Lucas 24:47.
No entanto se mostrarmos a verdadeira palavra de Deus a todos, não teremos tempo de ficar tentando competir com quem quer que seja.
Na verdade essa rivalidade já é muito antes da era cristã, e por esse motivo ainda está bem debaixo de nossos olhos essa guerra sem nenhum fundamento. Deus não é nenhum tipo de alimento material que precisamos soca-lo garganta abaixo de quem quer que seja. O homem por si só já tem por liberdade de escolher em quem queira crer. Deus também não é nenhum intruso que obrigam as pessoas em servi-Lo, ou segui-Lo se que eles queira, pois esse mesmo Deus nos deu o livre arbítrio (E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. 
Gênesis 3:2-4), para escolhermos o que acharmo que nos é bom! Com isso temos de entender que esse aviso nos foi dado através de Adão e Eva, quando Deus menciona que o dia em que comer do fruto proibido eles morreriam, não disse que morreria imediatamente seus corpos, mas sua aliança com Ele. E certamente, passariam ser donos de seus atos. No princípio o homem era para ser eterno e não haver a morte, contudo, com a ganância do homem querer ser como Deus, tudo mudou e hoje vemos todos esses desrespeito uns para com os outros. Animais e pessoas andavam na terra sem nenhum problema, mas depois da desobediência tudo virou esse desrespeito!





Escrito por;







***FRANCIS DE MELLO*** 

Nenhum comentário:

Postar um comentário