Follow by Email

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

"A GREVE DA FALTA DE RESPEITO COM AS MULHERES, CRIANÇAS E A ELES PRÓPRIOS"


BA: SSP autoriza entrada de comida para crianças no prédio da AL.




Os alimentos foram encaminhados para as quatro crianças que ainda estão no prédio da AL. Foto: Lúcio Távora/Agência A Tarde//Futura Press
Os alimentos foram encaminhados para as quatro crianças que ainda estão no prédio da AL
Foto: Lúcio Távora/Agência A Tarde//Futura Press


A Secretaria de Segurança Pública da Bahia autorizou na manhã desta terça-feira a entrada de alimentos e material de higiene para quatro crianças que ainda estão dentro do prédio da Assembleia Legislativa do Estado. No local, policiais militares em greve aguardam resultados das negociações com o governo.
De acordo com o chefe de Comunicação Social da 6ª Região Militar, tenente-coronel Márcio Cunha, o envio de comida foi solicitada pela equipe de negociação da secretaria que está dentro do prédio. "Havia quatro crianças com fome e a secretaria autorizou a entrada de alimentos para elas e material de higiene", destacou.
A saída de crianças do prédio começou na noite de ontem. Até a madrugada, oito crianças, entre elas uma de colo, haviam deixado o edifício, acompanhadas de cinco adultos.
Em meio ao cerco montado em volta da Assembleia Legislativa, uma cena inusitada chamou a atenção esta manhã. Familiares dos policiais militares grevistas fizeram uma homenagem ao comandante das forças de segurança da Bahia, general Gonçalves Dias, que faz aniversário hoje. Acampados em frente ao prédio, os parentes cantaram parabéns para o general.
O deputado baiano Sargento Isidoro, que é pastor, fez uma oração. O general se aproximou da grade que separa a tropa de 800 homens do Exército das famílias acampadas e agradeceu a homenagem.
Com a greve de parte do efetivo da PM da Bahia, alguns serviços estão paralisados no Estado. O Hospital Geral de Vitória da Conquista informou que desde esta segunda-feira suspendeu todas as visitas realizadas na unidade. De acordo com a nota divulgada pela instituição, "a medida visa, sobretudo, garantir a segurança e integridade de visitantes e pacientes". 
Realmente esses grevistas estão mau intencionados de verdade, como se pode expor crianças a uma greve dessa natureza? Na realidade a intenção é realmente a de desestruturar todo o comando de negociação do governo com a presença de crianças e mulheres, e mais loucos ainda, são as mães dessas crianças que as expõem nessa baderna toda. Isso com toda certeza com a intenção de sensibilizar o governo a ceder em seus desatinos. A bem pouco tempo foi criado uma lei que proíbe maus tratos a crianças. A pergunta é: Isso que estão fazendo não é mau trato? Caso as autoridades não tomarem nenhuma atitude sobre isso, ja deixa claro que a tal lei foi criado para punir pais que querem educar seus filhos, e por um momento de nervosismo venha dar-lhes um tapinha de nana neném, que no caso de ser denunciado irá pagar por isso, mas, esses malucos, aloprados e loucos, podem obrigarem sua família inclusive crianças de colo estar nessa baderna que eles nomearam de greve!



Escrito por;






***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário