Follow by Email

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

"GREVE DOS PMs, FAZEM COM QUE AS AGÊNCIAS BANCÁRIAS NÃO ABRAM NO INTERIOR DO ESTADO DA BA"


Com greve da PM, agências bancárias fecham no interior da BA.




Tropas federais foram enviadas à Bahia para reforçar a segurança durante a greve dos policiais militares. Foto: Agência A Tarde
Tropas federais foram enviadas à Bahia para reforçar a segurança durante a greve dos policiais militares
Foto: Agência A Tarde



A greve de policiais militares da Bahia, que completou nesta segunda-feira sete dias, alterou a rotina no interior do Estado. Com o clima de insegurança, as agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil não abriram hoje em Luís Eduardo Magalhães, no extremo oeste.
Um boato de arrastão em Vitória da Conquista, no Centro Sul Baiano, fez o comércio fechar as portas por volta de 11h30. Escolas particulares e públicas também não abriram na cidade.
Em Feira de Santana, no Centro Norte Baiano, o clima era tenso nas ruas da cidade. Apesar de o comércio estar aberto, poucas pessoas circularam pelo município. O policiamento também era escasso. Militares do Exército e da Companhia Especializada do Litoral Norte (CAEL) da PM, que eram vistos pelas ruas na sexta-feira, não eram encontrados no centro do município, nas principais avenidas ou no Terminal de Transbordo. Eles apenas reforçavam o policiamento nas unidades de saúde.
Nesta manhã, circularam rumores na cidade de que o Exército iria invadir a antiga sede do 1º Batalhão da PM de Feira de Santana, onde os policiais em greve estão acampados. Mas até o fim da manhã os militares não foram vistos no local.
O efetivo da Força Nacional, que foi deslocado para dar segurança em Itabuna e Ilhéus, no sul, também não foi visto nas ruas das cidades nesta manhã. Mesmo assim, o comércio abriu. Não teve aula nas escolas estaduais.
Em Santo Antônio de Jesus, na região metropolitana de Salvador, o comércio funcionou nesta segunda-feira, mas com portas parcialmente fechadas. Foram vistos PMs circulando pela cidade a pé ou de viatura.
Os policiais militares de Juazeiro, no norte da Bahia, aderiram ao movimento grevista no domingo. Em Eunápolis e Barreiras, sul e oeste do Estado, respectivamente, a rotina não foi alterada pela greve da PM.



Postado por;








***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário