Follow by Email

domingo, 12 de fevereiro de 2012

"AGORA ACABOU A GREVE. É SÓ ALEGRIA NO MEU CORAÇÃO BAIANO; DISSE O MÚSICO MORAES MOREIRA EM SEU SHOW"


Moraes Moreira comemora fim da greve da PM na Bahia em show.




Agora acabou a greve. É só amor e alegria no meu coração baiano, disse o músico. Foto: Fernando Borges/Terra
"Agora acabou a greve. É só amor e alegria no meu coração baiano", disse o músico
Foto: Fernando Borges/Terra


O cantor Moraes Moreira comemorou na noite deste sábado (11) o fim da greve da Polícia Militar da Bahia em seu show em Salvador. Parte das preparações para o Carnaval, a apresentação do membro dos Novos Baianos e do Trio Elétrico Dodô e Osmar no clube Fantoches, região central da capital baiana, foi o primeiro grande evento da cidade desde que a PM decidiu encerrar a paralisação de 12 dias nesta noite. Moreira tocou sucessos dos mais de 40 discos gravados e relembrou sua banda com Baby e Pepeu Gomes.
"Agora acabou a greve. É só amor e alegria no meu coração baiano", disse o músico, ao apresentar seu filho, Davi Moraes, que tocou guitarra durante o show e fez uma introdução de cerca de 40 minutos com versões de sucessos da música popular brasileira antes que Moraes entrasse, pontualmente às 23h. O mito da música baiana conquistou o público já na segunda música, fazendo a plateia pular com Pessoal do Alô.
Anunciando a primeira nova da noite, Moreira tocou Raças e Religiões. Dois números depois, tocou sua homenagem ao escritor Jorge Amado, que será lembrado no Carnaval de Salvador 2012. "Quem é que não gostaria de ser amado feito Jorge?", indaga nos versos.
A apresentação de mais de duas horas teve ainda um momento para celebrar o tempo de Novos Baianos que relembra a trajetória da banda, uma das mais importantes da música nacional. Recitando versos que contam de forma épica a história do conjunto, o músico executou Besta é tu. Logo em seguida, recebeu o primeiro convidado, Saulo Fernandes, da Banda Eva.
Considerado pelo próprio Moraes como um "novo baiano", Fernandes colocou animação além da conta e se atrapalhou com o andamento de "Mistério do Planeta". Moreira recebeu ainda o guitarrista Armandinho, outra lenda da origem dos trios elétricos. "Para os mais novos, conto que o trio era apenas instrumental. A gente mantém esta tradição", disse. Com ele, tocou o maior clássico do Carnaval, Chame Gente levando o público ao delírio.


Muitas pessoas pessoas estavam entristecidos com a greve dos PMs dado o motivo do risco que estava correndo de não haver carnaval, principalmente os cantores, grupos  carnavalescos e até grande maioria da população da Bahia e do Rio. Não que não estivessem preocupados com a insegurança dos estados, mas, a maior preocupação era o risco de não haver carnaval. Quanto às reivindicações dos policiais, muitos não estavam nem um pouquinho preocupados, tendo em vista de terem sido taxados de baderneiros (alguns), por a cúpula dos governos, imprensa e até sites de relacionamentos. Com isso podemos ver em que país vivemos"

















Postado por;








***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário