Follow by Email

sexta-feira, 9 de março de 2012

"JUSTIÇA,PASTORES ESTUPRADORES PEGARÃO 15 ANOS DE PRISÃO"


Pastor Reginaldo Sena e missionária são denunciados por estupro de sete meninas no RJ.

















RIO DE JANEIRO – O pastor Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a missionária Maria de Fátima Costa da Silva, de 58, que atuavam em Volta Redonda, na Região Sul Fluminense, são acusados pelo Ministério Público de estuprar sete meninas com idades entre 8 e 15 anos, de 2006 até fevereiro último. A denúncia oferecida à Justiça foi aceita nesta semana. Os dois estão presos e negam as acusações.
Santos foi preso em 4 de fevereiro, em sua casa, depois que a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima que acusava o pastor de abusar de crianças. Na casa dele, os agentes encontraram duas meninas, de 8 e 10 anos. Elas estavam sob a responsabilidade do pastor desde a noite anterior e confirmaram terem sido vítimas de abusos.
Segundo o Ministério Público, o pastor tinha a confiança dos adultos do bairro onde morava e eles deixavam seus filhos aos cuidados dele para receber aulas de religião e música. Enquanto estavam na casa de Santos, as vítimas recebiam a atenção da missionária Maria de Fátima, que mantém um relacionamento amoroso com o pastor. Ela o auxiliava na prática dos abusos. A missionária foi presa nesta semana.
O casal responderá por estupro de vulnerável, punido com pena de 8 a 15 anos de prisão.


Denúncia por abuso sexual contra pastor e missionária é aceita pela Justiça.



O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou o pastor de igreja evangélica Reginaldo Sena dos Santos, de 59 anos, e a 'missionária' Maria de Fátima Costa da Silva, de 58 anos, por abuso sexual de meninas em Volta Redonda, no Rio.
Segundo o MP, a dupla é acusada de abuso sexual contra sete meninas naquele município, entre 2006 e o início de fevereiro deste ano. Santos foi preso em flagrante e foi decretada a prisão preventiva de Maria de Fátima.
Santos aproveitava de sua condição de pastor, e a pretexto de lecionar aulas de música e religião para crianças e adolescentes do sexo feminino, no interior de sua residência, praticou atos libidinosos com cinco meninas, atualmente com idades entre 9 e 15 anos, mediante grave ameaça, contando com a auxílio da missionária Maria de Fátima.
Segundo o MP, os abusos sexuais foram descobertos após denúncia anônima informando que o pastor oferecia em troca doces, dinheiro, material escolar, entre outros bens.






Postado por;








***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário