Follow by Email

quarta-feira, 21 de março de 2012

"THOR BATISTA FILHO DO EMPRESÁRIO EIKE BATISTA, CHEGA À DELEGACIA PARA DEPOR SOBRE ACIDENTE EM QUE MATOU UM CICLISTA, ANTES DO HORÁRIO PREVISTO"

RJ: filho de Eike Batista chega a delegacia para depoimento.











Thor chegou à delegacia acompanhado por dois advogados e três seguranças, que o seguiam em outra caminhonete. Foto: Marcus Vinicius Pinto /Terra
Thor chegou à delegacia acompanhado por dois advogados e três seguranças, que o seguiam em outra caminhonete
Foto: Marcus Vinicius Pinto /Terra

Thor Batista, filho do empresário Eike Batista, chegou às 9h03 desta quarta-feira a 61ª Delegacia de Polícia, em Xerém, Duque de Caxias (RJ), para depor sobre o acidente que matou Wanderson Pereira dos Santos, 30 anos. A vítima foi atropelada na noite de sábado, enquanto andava de bicicleta no km 101 da rodovia Washington Luís.
Thor chegou à delegacia uma hora antes do previsto e entrou pela porta dos fundos. Ele estava em uma Toyota Hilux acompanhado por dois advogados e foi seguido por outra caminhonete, de mesma marca, com três seguranças.
Um morador de Xerém, que procurou a polícia, afirmou ter visto o ciclista, momentos antes do acidente. A testemunha afirmou que viu Santos andando de bicicleta próximo ao acostamento, quando ele se desequilibrou e bateu com a cabeça no meio-fio da via. De acordo com o relato, Santos se levantou e seguiu andando um pouco descoordenado.
Ainda são apuradas as possíveis causas do atropelamento. A perícia realizada pelo Instituto de Criminalística Carlos Éboli deve apontar se Thor andava acima do limite previsto na via. Eike chegou a se pronunciar a favor do filho, que já recebeu multas por excesso de velocidade. "Atire a primeira pedra o motorista que nunca tomou uma multa por excesso de velocidade", disse ele.
Na noite de ontem, Thor usou o twitter para publicar um texto no qual afirmava que o acidente ocorreu porque a vítima, que morreu no local, atravessou "repentinamente" a via. Uma nota de mesmo teor divulgada pelo Grupo EBX, de Eike, causou indignação à família de Wanderson, cujo advogado, Kleber Carvalho, nega a versão.
O relato de Thor, fracionado em diversas postagens, dá conta de que ele conduzia sua Mercedes SLR Mclaren dentro dos limites de velocidade estabelecidos naquele trecho da rodovia Washington Luís, no Rio de Janeiro, vindo "na faixa esquerda com muito cuidado, sem ao menos dialogar com o meu carona", quando "repentinamente um ciclista atravessou do acostamento do lado direito até o meio da faixa da esquerda, onde trafegam veículos", disse ele.







***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário