Follow by Email

quinta-feira, 22 de março de 2012

"O GOVERNO GARANTE MANTER O REAL DESVALORIZADO EM RELAÇÃO AO DÓLAR, DISSE O MINISTRO DA FAZENDA GUIDO MANTEGA"


Governo garante a empresários que vai segurar valorização do real.








O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira que o governo se compromete a manter o real desvalorizado em relação às moedas estrangeiras para favorecer a indústria nacional. Essa foi uma das garantias dadas pelo governo em reunião coordenada nesta manhã pela presidente Dilma Rousseff com 28 empresários das maiores empresas do País.
"A questão cambial é considerada sempre como questão crucial para os empresários brasileiros", disse. "Nós continuaremos a fazer políticas de intervenção do câmbio para que o real não se valorize. Isso é um compromisso do governo", garantiu.
Dilma reuniu nesta manhã 28 grandes empresários da indústria brasileira, dentre eles representantes do setor bancário, automobilístico, de empreiteiras, redes de varejo e indústria têxtil, além do presidente da Conferência Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade. Pelo governo, participaram os ministros da Fazenda, Guido Mantega, do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, além do presidente do BNDES, Luciano Coutinho.
Além de cobrar dos empresários investimentos no Brasil, a reunião também serviu para que o governo apresentasse à elite do PIB o que o governo tem feito pela indústria nacional. Para as próximas semanas, há expectativa de que o governo anuncie algumas medidas como desoneração da folha de alguns setores da indústria.
O ministro também prometeu desoneração da folha de pagamento para aumentar a competitividade das empresas brasileiras. O governo ainda está dialogando com diferentes setores, mas ele garante que vai haver "grande vantagem" para os empresários, especialmente os exportadores. O governo pretende "baratear o custo da mão de obra sem prejudicar os trabalhadores".
Além de fazer promessas aos empresários, a reunião serviu também para fazer cobranças de investimentos. "Ouvimos de vários empresários a apresentação de projetos em investimentos de grande magnitude", relatou o ministro, que disse que alguns falaram em investimentos da ordem de até R$ 20 bilhões.
"O setor público vai aumentar os investimentos e o setor privado está se comprometendo a elevar os investimentos", disse Mantega.
O ministro avaliou o encontro entre governo e empresários como uma "interlocução para discutir os desafios que são colocados para o Brasil continuar na trajetória de crescimento apesar do cenário internacional diverso". Ele disse ainda que são esperadas quatro reuniões como a de hoje ao longo do ano.







***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário