Follow by Email

quinta-feira, 1 de março de 2012

Idosa é presa por não pagar pensão alimentícia a netos em GO.


A Polícia Civil do município de Vianópolis, a cerca de 80 km de Goiânia, manteve presa por mais de 24 horas uma idosa acusada de não pagar pensão alimentícia aos netos. Luzia Rodrigues Pereira, 74 anos, foi detida na terça-feira e liberada no dia seguinte, após pagar a quantia de quase R$ 2 mil à ex-nora. O valor, total de pensões atrasadas, foi conseguido por meio de doações de moradores da cidade, que conta com pouco mais de 12 mil habitantes.
De acordo com a polícia, Luzia seria a responsável legal pelo pagamento das pensões já que seu filho não teria condições de arcar com as despesas. No entanto, nos últimos meses, a idosa, que afirmou ganhar R$ 272 por mês, não teria conseguido efetuar os pagamentos devido a problemas de saúde que geraram gastos com remédios.

Fonte: Terra!

Sinceramente não consigo entender essa lei de pensão alimentícia. Nesse caso vejo um atenuante no mínimo esquisito, se o pai de pagar a penão aos filhos, sendo ele que os colocou no mundo dos viventes, a responsabilidade recai na avó com idade de 72 anos e que ganha menos de meio salario mínimo e ainda é doente, no mínimo essa lei é absurda. Porque então não prenderam o pai das crianças, mesmo que esse não tenha condições, com certeza poderia angariar a verba com muito mais facilidade que essa avó!
Infelizmente essa é a lei que temos no Brasil!






Escrito por;







***FRANCIS DE MELLO***

Um comentário:

  1. E os "entendido" continuam dizendo que o Brasil é mais "avançado" juridicamento que muitos países. Quanto sofisma! O estado massacra o cidadão contribuinte, exige impostos altíssimos, e quando tem de assumir responsabilidades sociais, procuro o "vítima" mais próxima. E os nosso juízes podem entender de leis, mas não entedendem de justiça. Estão punindo uma pobre viúva, só que as crianças não são orfãs.

    ResponderExcluir