Follow by Email

sexta-feira, 2 de março de 2012

Presidiários evangélicos leiloam travestis em troca de favores em presídio de Cuiabá

Presidiários evangélicos leiloam travestis em troca de favores em presídio de Cuiabá












Depois do caso de espancamento de um homossexual ocorrido em dezembro de 2011, presos da “ala evangélica” do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), antigo Carumbé, são acusados de leiloar travestis em troca de favores.
De acordo com a denúncia feita pelo presidente da ONG Livremente, Clóvis Arantes, à Rádio CBN Cuiabá, os presos evangélicos usavam os travestis como moeda de troca dentro do centro prisional. Segundo Arantes, a cada favor que os outros presos faziam para a ala evangélica, um travesti era leiloado para ser sexualmente molestado pelos demais presos.
De acordo com o PnB online a diretoria do Centro de Ressocialização de Cuiabá interviu no caso, criando, como forma de coibir a ação dos presos ditos evangélicos, uma ala específica para acomodar os presos que se assumem como homossexuais. Denominado de Ala Arco Íris, o espaço criado no CRC abriga atualmente 8 presos.
O presidente da ONG, que tem como objetivo trabalhar para que os demais presídios de Mato Grosso adotem a criação de uma ala específica para homossexuais, conta que visitou a Ala Arco Íris e que esse é um meio de evitar que esses presos sofram abusos. “Agora elas podem usar brincos, deixar o cabelo comprido e estão trabalhando na Ala Arco Íris”, afirmou Arantes, que disse ainda que outra luta que está sendo travada pela ONG Livremente defende que os travestis sejam tratados pelo seu “nome social”.
Fonte: Gospel.
Para dizer bem a verdade é praticamente impossível acreditar na conversão desse evangélicos que assim agem.Tendo em vista que a obrigação dos cristãos, é cuidar, ajudar, respeitar, amar e sobre tudo ensinar os verdadeiros preceito de ser um cristão. Contudo se esses gays não queiram aceitar, os recém convertidos, deve falar com o responsável evangélico que os estão educado, sobre o fato destes não quererem essa mudança, porém, contudo eles tem que os respeitarem, e não fazer esse tipo de barbárie. Mas, tudo isso ocorre por falta de atenção e ensinamento do líder que vem de fora para evangelizar os presos em geral! É muito fácil a pessoa sair com uma Bíblia na mão entrar em uma cadeia e falar sobre Jesus, mas, o difícil é esse líder encarar a realidade e se colocar no lugar daqueles que ali estão, não importando qual crime tenham cometido. Este tem que realmente conhecer o amor de Deus e sobretudo o Deus em que tem confiado! Entrar dentro de uma cadeia e falar, falar e falar sem nenhum resultado é dar murros em ponta de faca. O Líder há de ser um verdadeiro conhecedor da palavra de Deus, e principalmente viver o que está ali pregando. Por falta disso é que tais barbáries acontecem!





Escrito por;






***FRANCIS DE MELLO***

Um comentário:

  1. acho isto,um absurdo fazerem estas coisa com outros seres humanos so pela sua preferencia ou orientaçao sexual ( falsos evangelicos)

    ResponderExcluir