Follow by Email

sábado, 3 de março de 2012

Famoso pastor Rick Warren lança projeto para aproximar evangélicos de muçulmanos

Famoso pastor Rick Warren lança projeto para aproximar evangélicos de muçulmanos


















Rick Warren, pastor da Igreja Saddleback, recomeçou em 2012 seus esforços para diminuir as diferenças entre os cristãos evangélicos e os muçulmanos, através de parcerias com as mesquitas do sul da Califórnia.
Segundo o OC Register Warren é considerado um dos líderes cristãos mais influentes dos Estados Unidos e, através de seu esforço informalmente chamado de King´s Way (Caminho do Rei), está propondo um conjunto de princípios teológicos que inclui o reconhecimento de que cristãos e muçulmanos adoram o mesmo Deus.
Durante os trabalhos em seu projeto inter-religioso o pastor foi à mesquita na cidade de Mission Viejo quebrar o jejum do Ramadã. Na ocasião, ele se encontrou com líderes muçulmanos e falou para 8.000 muçulmanos durante uma convenção em Washington. E Warren não está sozinho em seus esforços, membros da igreja liderada por ele convidaram seus conhecidos muçulmanos para a ceia de Natal do ano passado e fizeram um jogo de futebol inter-religioso durante um piquenique em que participaram mais de 300 pessoas.
Abraham Meulenberg, um dos pastores de Saddleback, encarregado de um ministério inter-religioso, e Jihad Turk, diretor de assuntos religiosos de uma importante mesquita de Los Angeles, celebraram o King’s Way como “um caminho para acabar com os 1.400 anos de desentendimento entre muçulmanos e cristãos”.
Os líderes religiosos assinaram ainda um documento que define “pontos de concordância” entre o Islã e o Cristianismo, e afirma que cristãos e muçulmanos acreditam em “Deus único” e compartilham de dois mandamentos principais: “Ame ao próximo” e “ame a Deus”. Os princípios regidos por esse documento são ilustrados com trechos da Bíblia e do Alcorão.
Um dos fatores que levou a esse trabalho foi o fato de que durante 12 anos Warren foi vizinho de Yasser Barakat, um muçulmano da Síria, que frequenta a mesquita de Mission Viejo. As famílias se tornaram amigas e, segundo Barakat, Warren o chama de “seu irmão muçulmano”.
O pastor tem enfrentado muitas críticas por parte de outros cristãos por causa de sua aproximação com o Islã. Ele escreveu um artigo no ano passado afirmando ser falsa a histórias de que estava criando uma fusão do Islã com o Cristianismo e afirma: “Minha vida e ministério são construídos sobre a verdade de que Jesus é o único caminho, e a Bíblia inerrante é a única autoridade verdadeira”.
Fonte: Gospel.

Oras, vejo com bons olhos a sabedoria desse Pastor, em nenhum lugar do escrito ele diz que está unificando as duas religiões, e sim fez um tratado de paz. Vejam o que diz o Apostolo Paulo: Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais.
E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei.
Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei.
Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.
E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele. 1 Coríntios 9:19-23.
O Apostolo Paulo foi o maior perseguidor do povo de Deus, tinha poder para fazer o que bem entendesse. mas, no entanto de perseguidor passou a perseguido, foi chamado de mercenário, foi preso, foi espancado, foi jogado no mar, enfim, aconteceu milhares de imprevistos com ele. Mas, nem por isso ele deixou de levar as boas novas do Mestre a quem ele foi um de seus seguidores fiel!

Essa história de que o crente não pode se juntar a ninguém, isso é lorota do diabo. É preciso entender que este Pastor está no caminho certo para ganhar os Muçulmanos para Jesus. É louvável que exista alguém com essa coragem toda, do contrário nós os evangélicos vamos ficar empacados igual a mula de Balaão!


Escrito por;







***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário