Follow by Email

sábado, 10 de março de 2012

ATAQUE SANGRENTO DEIXA 63 MORTOS NA SÍRIA DURANTE VISITA DE KOFI ANNAN"


Ao menos 63 morrem na Síria durante visita de Kofi Annan.




Ao menos 63 pessoas morreram pela repressão do regime de Damasco em diferentes pontos da Síria, onde o enviado conjunto da ONU e da Liga Árabe, Kofi Annan, se reuniu neste sábado com o presidente Bashar Al Assad.
Os Comitês de Coordenação Local detalharam que o maior número de vítimas foi registrado na província de Idlib, onde pelo menos 46 pessoas perderam a vida, sendo que 16 morreram em uma emboscada das forças do regime na localidade de Yisr al Shogur.
Uma porta-voz dos Comitês, Rima Flihan, disse à Agência Efe que o Exército bombardeou áreas do sudoeste e do leste da localidade de Idlib, capital da província de mesmo nome, de onde muitos cidadãos fugiram.
O grupo opositor acrescentou que também houve oito mortes em Deraa (sul), sendo cinco soldados desertores; cinco em Homs (centro); três na periferia de Damasco e uma em Deir ez Zur (leste).
Os militares dissidentes foram fuzilados pelo Exército, que conseguiu capturá-los após sua deserção.
Os rebeldes do Exército Livre Sírio (ELS) anunciaram neste sábado que haviam conseguido derrubar um helicóptero militar e destruir dois tanques das Forças Armadas em uma região montanhosa no norte de Idlib.
Estas informações não puderam ser verificadas de forma independente devido às restrições ao trabalho dos jornalistas impostas pelas autoridades sírias.
Annan visita a Síria pela primeira vez desde que ocupou o posto de enviado da ONU e da Liga Árabe para este país, no final de fevereiro.
Durante seu encontro com Assad neste sábado, o presidente sírio disse que nenhum diálogo político pode ter êxito enquanto houver grupos terroristas armados propagando o caos no país.








Postado por;






***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário