Follow by Email

terça-feira, 10 de abril de 2012

"O SANTOS FUTEBOL CLUBE DE NEYMAR FOI HOMENAGEADO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS NESTA TERÇA FEIRA 10/04/2012"


Em solenidade na Câmara, Neymar distribui autógrafos para deputados.

















Muito requisitado, Neymar brinca com bola durante homenagem ao Santos na Câmara dos Deputados. Foto: Beto Oliveira/Agência Câmara
Muito requisitado, Neymar brinca com bola durante homenagem ao Santos na Câmara dos Deputados
Foto: Beto Oliveira/Agência Câmara


Jogadores, ex-atletas e o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro representaram o Santos na Sessão Solene na Câmara dos Deputados em homenagem ao centenário do clube, nesta terça-feira. Centro das atenções, o atacante Neymar se mostrou paciente com o grande assédio e distribuiu autógrafos e fotos com deputados e fãs.
Entre camisas arremessadas em sua cara e puxões de fãs para posar para fotos, Neymar recebeu pedidos de mais um título da Copa Libertadores e, principalmente, revanche com o Barcelona. Muito requisitado, o ídolo santista ficou em silêncio e não discursou durante a homenagem ao clube de Santos.
A sessão durou aproximadamente uma hora e foi convocada pelos deputados Alberto Mourão (PSDB-SP), Beto Mansur (PP-SP) e Roberto Freire (PPS-SP). Além deles, vários parlamentares discursaram sobre a história e a importância do Santos na história do futebol brasileiro.
O único representante do Santos a falar na Câmara foi o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro. Antes de presentear a casa com bandeiras e camisas do clube, o mandatário agradeceu a homenagem. "Como presidente do clube falo em nome de mais de 13 milhões de santistas no Brasil. Falo com extraordinário orgulho de estar nesta casa, onde o Santos está sendo homenageado pelo Centenário".
Pelé e Santos como imagem do Brasil no exterior foram muito lembrados pelos deputados. E o Luis Alvaro aproveitou para valorizar os esforços do clube em manter no futebol brasileiro Neymar e Paulo Henrique Ganso, objeto de desejo de grandes equipes europeias, até a Copa do Mundo de 2014, que ocorrerá justamente no País.
"Estou consciente que a manutenção do Neymar e Ganso foi a afirmação da nacionalidade. Não somos mais exportadores de matéria prima. Conseguimos com a força da economia. Que sirvam de exemplo para jovens que o Brasil oferece oportunidade para atletas de valor. Isto tem força quando lembramos que estamos à véspera da Copa do Mundo de 2014 com atletas que simbolizam o Brasil", acrescentou.







***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário