Follow by Email

sexta-feira, 27 de abril de 2012

"MOTORISTA QUE PROVOCA MORTE DE JORNALISTAS DA BAND, ADMITE À DELEGA QUE TERIA TOMADO REBITE"


Motorista que colidiu com jornalistas teria tomado rebite.













Veículo da emissora ficou completamente destruído com o impacto. Foto: Egui Baldasso/Agência Freelancer/Especial para Terra
Veículo da emissora ficou completamente destruído com o impacto
Foto: Egui Baldasso/Agência Freelancer/Especial para Terra


O motorista envolvido no acidente que matou dois repórteres da Band-RS admitiu que tomou remédio para se manter acordado. O delegado Rodrigo Garcia relatou ao Terra que foram encontradas, junto ao condutor, duas cápsulas do remédio conhecido como rebite. Ele disse ainda que a confissão se deu a policiais rodoviários que atenderam a ocorrência.
O condutor dirigia o caminhão que colidiu contra três veículos de imprensa na manhã desta sexta-feira, na rodovia ERS-122, em Farroupilha (RS). "Ele desceu (a rodovia) muito acelerado. Um pouco antes da curva, ele fez uma ultrapassagem. E aí aconteceu tudo isso", lamentou o delegado. Após mais de cinco horas de interdição, o trecho da rodovia onde ocorreu o acidente, próximo a Bom Princípio, foi liberado.
O condutor, ainda não identificado, foi detido e levado para a delegacia de Farroupilha, onde aguardava para depor. Colega de Garcia, Remião afirmou que o condutor cedeu uma amostra de sangue, que deve passar por perícia. Segundo ele, o motorista estava calmo. "Ele saiu do caminhão caminhando tranquilamente, não esboçou nenhuma reação. Não reagiu a prisão."
O caminhão, que estava carregado de laranjas, descia a via sentido São Vendelino e perdeu o controle. O motorista afirmou aos policiais que tentou frear, mas acabou colidindo com cinco carros da polícia e três da imprensa. "Ele jogou o caminhão pra cima dos outros carros. O nosso carro, por sorte e pela manobra do motorista, que é experiente, conseguiu escapar. O nosso carro acabou caindo no barranco", disse o delegado.
As vítimas fatais do acidente - o repórter Enildo Paulo Pereira, conhecido como Paulão, 59 anos, e o cinegrafista Ezequiel Barbosa, 27 anos - vinham no carro que foi prensado pelo caminhão que originou o acidente e outro veículo de carga que vinha atrás. Os jornalistas da Band-RS e da RBS iriam cobrir uma ação policial em Caxias do Sul e Farroupilha.
A operação
O comboio da Polícia Civil seguia para as cidades de Caxias do Sul e Farroupilha para desencadear uma operação contra roubos a bancos e caixas eletrônicos. A ação, do Departamento de Investigações Criminais (Deic), pretendia cumprir, ao todo, 45 mandados - 27 de busca e apreensão e 18 de prisão.
Cerca de 150 policiais haviam sido escalados para ação, no entanto, só parte da equipe, que saiu mais cedo, conseguiu chegar ao destino. Aproximadamente 12 viaturas da polícia, que vinham atrás dos veículos envolvidos na colisão, ficaram impossibilitadas de passar. Segundo o delegado Garcia, seis pessoas foram presas. Entre elas o líder da quadrilha e ser braço direito.
"Aquelas pessoas que não se envolveram acabaram cumprindo os mandados. A gente ficou envolvido com a tragédia. Atendendo as pessoas. Mais ou menos um terço do comboio, que seguia pra operação foi atingido. O pessoal que tava na frente conseguiu seguir adiante."
Veja o local do acidente





























***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário