Follow by Email

sábado, 14 de abril de 2012

"MARTA SE APRESENTA À HADDAD COMO QUEM VAI OBEDECER O CHEFE MAIOR DO PT; LULA"


Diante de Lula, Marta promete apoiar Haddad em campanha.













Diante de Lula, Marta promete apoiar Haddad em campanha

Depois de lembrar a história do primeiro CEU em São Paulo, a ex-prefeita e senadora Marta Suplicy prometeu, pela primeira vez em público, seu apoio à campanha do pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad,
neste sábado, 14, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O encontro ocorreu durante evento do PT na cidade, que contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Em tom inflamado, Marta disse que o programa petista tem de voltar a São Paulo. E que não se pode mais aceitar a mediocridade, em referência à gestão do ex-governador José Serra (PSDB) e do atual prefeito Gilberto Kassab (PSD).
'Você agora tem uma grande responsabilidade. E eu e Lula vamos estar com você, porque o programa petista precisava voltar. Não vamos mais aceitar a mediocridade.' disse Marta a Haddad.
'O que tem hoje em São Paulo e antes não tinha é o abandono. Antes não tinha recurso, mas graças ao Lula e à economia, agora tem', bradou Marta ao fim do pronunciamento, em critica à propaganda de Gilberto Kassab, cujo bordão é 'antes não tinha, agora tem'.
Antes do discurso de Marta, Haddad 'cortejou' a senadora. Ele a cumprimentou antes de todos os presentes e disse que Marta foi a idealizadora dos CEUs.
Haddad tenta engajar Marta em sua campanha.
O ex-ministro se colocava como criador do CEU na gestão de Marta na Capital Paulista.
O evento marca o retorno de Lula a eventos públicos após o tratamento contra o câncer na laringe. Ele
subiu ao palanque da inauguração do CEU Regina Rocco ao lado de Marisa Letícia e do senador Eduardo Suplicy. O ex-presidente acenou para a população do bairro Vila do Tanque, foi aplaudido e aclamado.
Em seguida, foram saudados o prefeito Luis Marinho, que jogou beijos ao povo, e a senadora Marta Suplicy. Bastante aplaudida, ela jogou rosas vermelhas e fez sinal de coração.
Organizado por petistas, o evento tem como objetivo amenizar os ânimos entre a senadora e a cúpula do partido. O PT acredita que a presença dela na campanha é essencial para fortalecer a candidatura do partido na capital paulista.
Marta era pré-candidata à Prefeitura, mas desistiu depois de ser pressionada pelo ex-presidente, que preferia Haddad como pré-candidato. Recentemente, Marta criticou a condução da pré-campanha de Haddad e disse que o ex-ministro precisa 'gastar sola de sapato' se quiser vencer.
A ministra da Cultura Ana de Hollanda acompanha a festa política, com propagandas da gestão Marinho.

É óbvio que Marta tem que apoiar o Candidato de Lula à prefeitura de São Paulo, até porque o PT em São Paulo, parece-se mais com a cara de Lula do que com outra pessoa que queiram impetrar bicaracterísticas à outro possível fundador do partido! Jamais houve alguém com a garra de Lula dentro do PT desde os primórdios da antiga ditadura para enfrentar as duras críticas, possíveis esporro por conta das greves, manifestações e paralisações que Lula liderou em sua época de metalúrgico como torneiro mecânico em São Bernardo Do Campo. Por esse motivo, Lula é mais que respeitado dentro do PT, é temido. 





















***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário