Follow by Email

terça-feira, 10 de abril de 2012

"LUTADOR DO UFC VITOR BELFORT; DIZ ORAR ANTES DA LUTA POR VITÓRIA"



Lutador de MMA evangélico Vitor Belfort ora antes de luta em reality show na Globo.
















Lutador de MMA evangélico Vitor Belfort ora antes de luta em reality show na Globo. Assista na íntegra








O MMA tem se tornado um esporte popular no Brasil e cada vez mais lutadores evangélicos ganham destaque entre os atletas que disputam o Ultimate Fight Championship (UFC).
Em parceria com a TV Globo, o UFC está promovendo no país o reality show “The Ultimate Fighter Brasil – Em busca de Campeões”. Entre as equipes que disputam a competição, uma é liderada pelo lutador Vitor Belfort, que é evangélico.
No episódio do último Domingo, 08/04, enquanto as equipes se deslocavam para o Centro de Treinamento, onde seria realizada mais uma luta do reality show, o lutador Rodrigo Damm, da equipe de Vitor Belfort, orou pelo companheiro que iria disputar uma vaga na semifinal da competição, Daniel Sarafian.
Já no CT, durante a preparação para uma luta, Vitor Belfort reuniu os outros técnicos e atletas em torno de Sarafian, e fez uma oração: “Nós transferimos agora para o Daniel que esse momento é o momento dele. Proclamo agora Senhor, coragem, escudo de um guerreiro, que ele é. Nós temos certeza do talento dele, Senhor. Em questão de minutos, o braço dele vai ser erguido”, declarou, fazendo referência ao símbolo de vitória no MMA.
Na final do evento, no próximo dia 23 de Junho, Vitor Belfort enfrentará o técnico do time azul, numa revanche do confronto que ocorreu 14 anos atrás, quando ambos ainda lutavam por um outro evento, Pride, e que foi vencida por Belfort. O lutador declarou ao PVT que seu adversário “sabe que eu sou um homem melhor e um atleta melhor. Estou focado e não preciso falar mal de ninguém. Ele fala mal sobre mim, mas não estou focado nisso. Estou focado no que eu tenho que fazer para vencer esta luta, que é treinar duro. Sem sacrifícios não há glória. Meu braço será levantado naquela noite e ele sabe disso”.
Evangélicos no MMA
Outro lutador cristão de MMA, Adriano Martins, de 29 anos, vive a expectativa de assinar contrato com o UFC. Campeão do peso leve no Jungle Fight, evento inferior ao UFC, o membro da Congregação Batista Cristo Rei afirma que está quase tudo certo para mudar de emprego: “Esse era o nosso objetivo, meu, da minha equipe, do meu empresário, da minha família. O UFC é a maior vitrine do mundo no MMA. Eu diria que há 80% de chances. Está nas mãos de Deus. Tomara que dê certo”, afirmou em entrevista ao jornal A Critica.
Convertido desde 2008, o lutador se arrepende dos erros, mas afirma que agora sua postura é outra: “Já fiz coisas erradas. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Mas a conversão muda a vida das pessoas, das famílias. Quando vou lutar, junto minha equipe e fazemos uma oração para que nem eu nem meu oponente saiamos machucados com gravidade”, explica Martins, que é casado e tem dois filhos.
Fonte: Gospel+

Existem atos que não consigo entender.
Como uma pessoa que aprendeu a bater em seus adversários possa orar por sua vitória ou coisa igual, mesmo em se orando por que na luta não se saiam machucados com gravidades, é no mínimo um gesto de insanidade, tendo em vista de que Deus não é Deus de violência, além do mais essa luta é no minimo estúpida e brutesca que ao invés de dar educação ÀS CRIANÇAS COMO ELES DEFENDEM, FAZEM É ABRIR BRECHAS PARA UM MUNDO DE FUTUROS HOMENS MAU INTENCIONADOS, COM RARÍSSIMAS EXCEÇÕES.
O que mais me deixa triste é que uma emissora de TV como a Globo possa promover esse ti de reality show, é óbvio que o horário já é tarde, mas, mesmo assim é uma transmissão que não deveria nem ser noticiado!



Veja como é esta brutalidade, o lutador acabou por quebrar o braço de seu oponente, depois alguém tem coragem de dizer que isso é esportes?
http://terratv.terra.com.br/Esportes/Esporte-Interativo/4789-410668/Lutador-quebra-o-braco-no-MMA.htm




***FRANCIS DE MELLO***

2 comentários:

  1. As Artes Marciais não é pecado quando praticada com o intuito de preparar policiais e militares para a guerra, pois são vingadores de Deus. Leia Romanos 13:1-7.

    Já como esporte, não acho que Deus se agrade com pancadarias sem fundamento. Mas no futebol e na maioria dos outros esportes, direta ou indiretamente, ocorrem agressões físicas, mesmo não intencionadas.

    De qualquer maneira, se estas pessoas são mesmo evangélicas e Deus está colocando-as na vitrine do mundo, neste caso os fins não justificariam os meios, uma vez que o nome de Jesus está sendo pregado?

    É coisa para se pensar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Pastor Bovoline!

      Agradecido por deixar seu depoimento sobre esse assunto que tem rendido muito pano pra mangas, concordo com o que o Sr. menciona sobre a prática das artes marciais a fim de prepara policiais militares. Quanto ao fato deste esporte tão grutesco e carrasco com toda certeza Deus não pode se agradar de modo nenhum. Como pode alguém dizer que para Deus em uma oração: “Nós transferimos agora para o Daniel que esse momento é o momento dele. Proclamo agora Senhor, coragem, escudo de um guerreiro, que ele é. Nós temos certeza do talento dele, Senhor. Em questão de minutos, o braço dele vai ser erguido”, (nessas exatas palavras). A pergunta é, Deus poderia abençoar o então Daniel para derrotar seu opositor em segundos numa luta que mais parece dois animais se enfrentando e deixar o o opositor derrotado, só porque houve um pedido de Vitor Belfort? que diga-se de passagem, tenho dúvidas sobre o fato de seu modo em crer em Deus, do deus que venha crer!
      Verdade seja dito, não vejo na bíblia nenhum tipo de ato desta natureza nos tempos passados, que não tenha sido lutas de exércitos dos Reis e que Deus tenha dado a vitória àquele que estivesse de acordo com seu estatuto!
      Agora nesse caso vemos aí uma grande desculpa para a garotada estar se enfrentando, até treinando nas escolas existentes, para se alistarem em um caminho de pessoas violentas e mau intencionados sem volta!

      Excluir