Follow by Email

terça-feira, 26 de junho de 2012

"VEJA NOVAS INFORMAÇÕES DE MENINA DESAPARECIDA HÁ DEZ DIAS FOI REENCONTRADA"



Menina que sumiu em culto é achada na Liberdade.

Após duas semanas e dois dias desaparecida, a menina Brenda Gabriela da Silva, de 4 anos, foi localizada ontem.









Procura-se: menina desaparece durante evento comemorativo aos 50 anos da Igreja Pentecostal Deus é Amor





Menina Brenda, que estava desaparecida há 15 dias é encontrada. Assista




Após duas semanas e dois dias desaparecida, a menina Brenda Gabriela da Silva, de 4 anos, foi localizada ontem. Ela foi vista por um vizinho enquanto era carregada por um morador de rua, ainda não localizado pela polícia. A garota havia sumido durante um culto da Igreja Pentecostal Deus é Amor, no Cambuci, zona sul de São Paulo.
Ontem, por volta das 17h20, o estoquista Alex Gomes de Carvalho, de 18 anos, viu Brenda sendo carregada no colo por um morador de rua que passava na frente da bomboniere onde ele trabalha, na Rua Vergueiro. Mesmo com a menina vestindo uma touca, por causa do frio, ele a reconheceu na hora, pois mora na mesma rua que a mãe de Brenda, na Mooca, zona leste. "Brinquei com ela várias vezes na rua. Tive certeza de que era ela", contou.
Carvalho perguntou para a patroa: "É a menina que sumiu. Posso ir atrás?" Com o consentimento da mulher, o estoquista saiu do comércio e encontrou o morador de rua com Brenda, pedindo dinheiro em uma loja vizinha. "Você sequestrou essa menina", disse o jovem ao desconhecido. Logo depois, segurou a garota pelo braço para que o homem não conseguisse fugir com ela. "Ele tentou despistar, falando que era o pai dela e o registro de nascimento estava em uma carroça. Depois, falou que ia pegar o documento", contou Gomes.
Nesse momento, o estoquista segurou o desconhecido com a outra mão para que ele não fugisse. Mas, no momento que tirou o celular do bolso da calça para ligar para a polícia, o morador de rua se desvencilhou e fugiu, correndo na direção do Hospital Beneficência Portuguesa. Policiais do 11° Batalhão da PM, que patrulha a área, receberam uma denúncia por meio do Copom e foram ao local, mas o suspeito já havia fugido.
A mãe de Brenda, Geissa Maria da Silva, de 31 anos, foi levada ao 5.° Distrito Policial (Aclimação) para fazer o reconhecimento da menina. Ainda bastante emocionada, a mãe segurava a garota no colo, enquanto catava os piolhos do cabelo da filha. "Cortaram o cabelinho dela e ela está um pouco mais magra", comentou a mãe, que faz bicos de faxineira. Mas Geissa disse que aparentemente a menina não está machucada. Ela também notou que Brenda foi encontrada com uma roupa que não pertencia a ela.
Busca. Na sequência, mãe e filha foram encaminhadas ao 6.° DP (Cambuci), que já investigava o sumiço da menina. Depois de prestar depoimento, elas seriam encaminhadas ao Hospital Pérola Byington, onde passariam por exames. Tanto a PM quanto a Polícia Civil faziam diligências ontem na região da Avenida Paulista, na tentativa de reconhecer o sequestrador. O homem aparece em imagens do lado externo da bomboniere onde Carvalho trabalha. As imagens foram fornecidas à polícia para ajudar nas investigações.











***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário