Follow by Email

quinta-feira, 28 de junho de 2012

"ROMARINHO TEM QUE FICAR EM CASA PIANINHO COM AS PERNAS PARA CIMA DEPOIS DE TRABALHAR, DIZ TREINADOR TITE"



Tite vê inteligência diferenciada em Romarinho, mas blinda e pede atacante 'pianinho'.




















Tite vê inteligência diferenciada em Romarinho, mas blinda e pede atacante 'pianinho'
Romarinho toca para empatar a final da Libertadores entre Boca e Corinthians na Bombonera







No que depender do técnico Tite, o atacante Romarinho, garoto-sensação do Corinthians, não vai dar autográfo, não vai posar para fotos e sequer vai dar as caras nos próximos dias, a não ser para treinar.

O treinador corintiano também está admirado com os feitos do garoto de 21 anos, modesto reforço vindo do Bragantino que marcou dois golaços na vitória sobre o arquirrival Palmeiras, domingo passado e entrou no segundo tempo da decisão da Libertadores, contra o Boca Juniors, ontem, para calar a Bombonera com o gol de empate do time brasileiro, por 1 a 1.

Mas Tite não quer que Romarinho se exponha. "Cuidado especial, sim. A dimensão é muito grande e quando se trata de clube de massa, tudo é mais. Para o bem e para o mal. Tem que blindar um pouquinho, que ele fique em casa com as pessoas dele, não ir tanto a programa. Deixar um pouquinho a vaidade de lado e trabalhar. Ele tem que estar muito feliz. Está com um grupo extraordinário. Tem que estar em casa, pianinho, com as pernas para o alto e depois trabalhar."

Reuters
Porém, a dimensão do que o jovem atacante fez é tão grande, que Tite não descarta que a ascenção explosiva do atleta com a camisa do Corinthians o coloque como titular na partida de volta com o Boca, quarta que vem, no Pacaembu.

"Tempo de maduração é uma coisa muito difícil de colocar termômetro e calcular. Mas a resposta do atleta dentro do campo é que determina isso. O Romarinho é um jogador muito frio, ele é gelo. Já no jogo contra o Palmeiras ele mostrou, contra a Ponte também. Ele é muito consciente do que tem que ser feito."

A frieza de Romarinho chama a atenção do técnico, que relata um episódio ocorrido antes da estreia do jogador pelo Corinthians, na derrota para a Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro. Informado de que seria colocado na partida, o atacante respondeu. "Estou cansado de tomar pancada na Série B. Aqui é fácil, tem mais espaço."

As conversas táticas com o atleta também dão a Tite uma certeza: o Corinthians conta com um valor diferenciado no seu elenco. "Inteligência não é cultura. O jogador pode não saber quem é um pintor. Mas a inteligência do futebol ele tem."








***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário