Follow by Email

quarta-feira, 13 de junho de 2012

"NEYMAR É BOM JOGADOR, MAS NADA QUE ELE FAÇA SE APROXIMA A MESSI, DISSE EX-TÉCNICO ARGENTINO CARLOS BILARDO"




Ex-técnico da Argentina põe Neymar como "invenção" dos brasileiros.


















Campeão da Copa de 1986 como técnico, Bilardo (à esq.) é atual diretor geral da seleção argentina. Foto: Getty Images
Campeão da Copa de 1986 como técnico, Bilardo (à esq.) é atual diretor geral da seleção argentina
Foto: Getty Images



Técnico campeão do mundo pela Argentina em 1986, Carlos Bilardo não é o maior fã de Neymar. Em entrevista publicada pelo diário esportivo Olé, ele admitiu que o atacante é "técnico e joga bem", mas descartou qualquer tipo de comparação com Lionel Messi, dizendo que o atleta do Santos foi uma "invenção" do Brasil para a Copa do Mundo de 2014.
"Neymar é uma invenção dos brasileiros", é o título da entrevista veiculada no site do jornal de Buenos Aires. Atualmente diretor da seleção argentina, Bilardo soltou um "nãooo" e "nada a ver" quando questionado se o jovem atacante pode ser comparado a Messi, dizendo que "essa é uma história dos brasileiros".
O ex-treinador argumentou que o Brasil, além de "sempre querer ter alguém", organizará a próxima Copa do Mundo e "tem que inventar um jogador". Ele disse que o País, assim, "buscou" Neymar, classificado como aquele que "melhor está, o que melhor pinta tem, é técnico e joga bem". Por fim, o dirigente afirmou que "então" o Brasil "inventou Neymar, porém nada a ver com Messi".
Falando sobre o futebol brasileiro em geral, Bilardo afirmou que "sempre gostou" e ressaltou que "todos os técnicos" do País eram "muito amigos". Ele ainda elogiou o "Santos de Pelé" como um dos melhores times que já viu e mostrou certo desconhecimento com a Seleção Brasileira atual, afirmando que tradicionalmente a equipe não contava com bons defensores e depois teve o setor "arrumado" por Lúcio. O zagueiro da Inter de Milão, 34 anos, não tem sido mais convocado por Mano Menezes.
Bilardo, 73 anos, foi volante campeão argentino em 1959 pelo San Lorenzo, mas teve maior destaque como técnico. Ele dirigiu a seleção do país na Copa do Mundo de 1986, conquistando o título no México, e na de 1990, ficando com o vice-campeonato na Itália. Nesse último evento, ficou famoso pela polêmica "água batizada" que disse ter mandado preparar durante a vitória por 1 a 0 sobre o Brasil, nas oitavas de final - o lateral esquerdo Branco teria sido um dos jogadores a cair no golpe, aceitando uma garrafa de água misturada com tranquilizantes oferecida pelo massagista argentino, Miguel Di Lorenzo.
Bilardo retornou à seleção argentina em setembro de 2008 como diretor geral da equipe, então comandada por Diego Maradona. Depois da eliminação nas quartas de final do Mundial de 2010, na África do Sul, Maradona deixou o cargo dizendo-se "traído" pelo dirigente, que acabou permanecendo em seu cargo. O atual treinador alviceleste é Alejandro Sabella.









***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário