Follow by Email

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

"LIÇÃO CONTRA O RACISMO E PRECONCEITO!"

Há momentos em que nos deparamos com situações de racismo e preconceito tão vergonhosa em nosso maravilhoso Brasil, que nos deixa por demais encabulados.
Tenho viajado em quase todo esse pais que Deus nos deu, e tenho assistido cada cena tão vergonhasa uma pior que a outra.
Certa feita, fui convidado à dar uma palestra à um grupo de adolescentes de uma determinada Igreja.
E como de costume, gosto sempre de chegar depois que o culto ou reunião já tenha dado início, pegando assim o lugar na plateia, e no momento de passar para o louvor que me antecedeu, o Pr. dirigente disse aos presentes para se darem as mãos que iriamos orar uns para os outros, nesse momento percebí que na fila de poltronas na minha frente havia uma pessoa bem humilde, com vestes muito simples, ele estava sentado na poltrona do corredor, e havian duas ou três poltranas ao seu lado que estavam vazias.
Logo cada um pegou na mão de seu visinho sendo que o mais próximo deste individuo, não pegou em sua mão, tão pouco os do outro lado do corredor também não. Vendo aquela cena me indignei por demias, então antes que o Pr. dessei início à oração, pois ainda falava, eu erguí minha mão com aceno de solicitação de liberdade para falar, como o Pr, dirigente não me conhecia disse que apenas iriamos orar, mas, o Pr. responsável tocou em seu paletó fazendo-o que virasse em sua direção e comentou algo à ele que me dirigiu a palavra pedindo perdão por não ter feito antes.

Então eu fiz a seguinte pergunta:
...Pr, o Senhor nos disse que deveriamos pegar uns nas mãos dos outros fazendo assim uma corrente, ou um cordão para que oremos uns para os outros, correto? Ele afirmou que sim.
...Então aquí há algo errado Pr... (disse eu).
Como assim Irmão? Perguntou-me:
...É que há uma pessoa aqui que não pegaram em sua mão, e eu gostaria de saber qual seria o motivo?
Todos olharam para traz em minha direção o que apontei o referido que já estava até paralizado.
 


Moral da história, o que eu fui fazer lá, na realidade, não foi para o que fui convidado, e sim dar uma lição de bons costumes aos presentes!
Que naquele momento pegaram na mão da pessoa em questão, e após a palestra, o trataram com mais respeito e carinho, pois tudo o que eu havia preparado para falar naquele diz, aquela cena me fez mudar toda a trajetória da palestra.
Falei sobre os bons costumes dos tempos de o Apóstolo Paulo que o pessoal vendiam o que tinham para dividir com os mais necessitados. A Bíblia nos relata que eram unidos até no repartir do pão!
Logo, vejo que nós dos dias atuais, somos totalmente diferentes, pois muitos, se tiverem condições, até tiram o pão da boca dos mais necessitados para sí ou para quem não precisa!
Isso é um verdadeiro abuso da verdade, ou destorção da verdade, pois Deus nos tem ensinado que devemos amar o próximo como à nós mesmos!
Você gostou e pretende copiar?
Sinta-se a vantade, porém dê crédito ao escritor!
Escrito por:

***FRANCIS DE MELLO***

Nenhum comentário:

Postar um comentário